Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

EUA preparam acção regulatória para multar operadoras marítimas e vigiar «players» ferroviários

O Executivo liderado por Joe Biden e os congressistas democratas preparam-se para implementar uma acção regulatória e legislativa para lidar com o problema da disrupção logística provocada pela escalada imparável dos fretes e pelos congestionamentos, cada vez mais usuais: um fenómeno global que se vem agravando intensamente nos EUA e que tem sido alvo de muitas queixas por parte de vários elos das cadeias logísticas.

A Casa Branca emitiu recentemente uma ordem executiva que visava directamente o que considera ser uma competição limitada nos sectores marítimo e ferroviário. A ordem executiva pede que o Departamento de Justiça americano ajude a investigar – e potencialmente multar – as transportadoras marítimas que cobram taxas não razoáveis. A ordem também insta o Conselho de Transporte de Superfície a examinar mais de perto as fusões ferroviárias e a repescar as normas destinadas a estimular a concorrência entre os players ferroviários.

EUA quer defender volumes de exportação

Ao mesmo tempo, relata uma reportagem da publicação americana ‘Freight Waves‘, legisladores na Câmara dos Representantes dos EUA encontram-se agora a elaborar um projecto de lei bipartidário que exigirá que as transportadoras marítimas aceitassem todas as reservas de contentores de exportação dos EUA, numa tentativa de resolver o problema criado pelas operadoras marítimas que se retornar a transportar contentores vazios para a Ásia (para um refilling) para os voltarem a encher no mercado mais lucrativo de importação dos EUA.

«O controlo sobre as nossas cadeias de abastecimento caiu nas mãos de cada vez menos países», denotou o senador Roger Wicker, que marcou presença na mais recente audiência do Comité do Comércio do Senado americano. Tal controlo, sublinhou, está cada vez mais concentrada na mão da China. «Essa concentração geográfica das cadeias de abastecimento deixou muitas empresas dos EUA vulneráveis ​​a disrupções – algo a que estamos a assistir intensamente», acrescentou Roger Wicker, citado pela reportagem do ‘Freight Waves’.

fonte