Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

JOSÉ LUÍS CACHO:

2021 vai ser o melhor ano de sempre para o Porto de Sines

O Presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve diz que a sustentabilidade da infraestrutura, que esteve sempre ligada à economia do petróleo, está assegurada por novas cargas e negócios.

O Porto de Sines não está a sentir efeitos da pandemia e prevê que 2021 seja "o melhor ano de sempre", estimando crescer 10% a 15% este ano.

Em entrevista ao Negócios e Antena 1, o presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve, José Luís Cacho, garante que a sustentabilidade futura da infraestrutura "está assegurada" com novos negócios e novas cargas, que "possam vir a substituir a economia do petróleo".

Além de prever continuar a crescer na carga contentorizada, José Luís Cacho salienta ainda que em breve será lançado um concurso na perspetiva de captar novas áreas de negócio no segmento da carga sólida para o antigo terminal do carvão.

Na mira do porto de Sines está o agronegócio, os minérios, designdamente o lítio, carga de projeto (peças fabricadas em Portugal ligadas à indústria da metalomecânica pesada), e o setor automóvel.

A sustentabilidade do porto, diz ainda, "passa também por captar carga de "hinterland" (área de influência terrestre do porto) de Espanha e captar novos projetos industriais e logísticos para Sines".

"O futuro de Sines nos próximos anos está assegurado com o crescimento da carga contentorizada que está prevista e com os desenvolvimentos do terminal XXI e os novos projetos que vamos ter, por exemplo, no agronegócio ou outros no âmbito da carga sólida", afirmou o responsável, acrescentando que o porto está já a olhar "muito mais à frente. "Já somos um porto digital, mas estamos a olhar mais para um conceito de "smart port", para o 5G, novas tecnologias ou automação", frisou.

fonte

Entrevista para ouvir na íntegra aqui