Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PORTO DO CANIÇAL

Quase 10 milhões de investimento em 5 anos

O Vice-Presidente do Governo Regional da Madeira visitou o terrapleno nascente do Porto do Caniçal que foi reabilitado pela APRAM, SA, com o objetivo de evitar ou minimizar os galgamentos que ocorrem durante os períodos de ondulação forte de sudoeste.
Pedro Calado referiu que este foi um investimento de 1,2 milhões de euros.
Revelou que até 2023, a APRAM, SA, vai requalificar toda a zona de contentores do Porto do Caniçal, onde no ano passado foram movimentadas quase 800 toneladas de mercadorias a grande maioria, contentorizada. Trata-se de um investimento de 8,5 milhões de euros.

No total, o Governo Regional, através da APRAM, investe em cinco anos quase 10 milhões de euros no Porto do Caniçal, aquele que é a principal porta de abastecimento da Madeira, bem como de exportação dos produtos regionais.

Em relação às obras agora concluídas, esta reabilitação restabeleceu a funcionalidade plena do edifício existente para apoio à comunidade portuária, bem como o parque de estacionamento existente neste mesmo terrapleno que integra além do edifício de escritórios e o estacionamento exterior para veículos pesados, um restaurante de apoio e um parque de estacionamento coberto.

As intervenções consistiram fundamentalmente no reforço do manto de proteção no pé do talude, com a finalidade de diminuir a altura da onda, provocando a sua rebentação; no reforço do manto resistente com o preenchimento dos espaços vazios existentes no manto de proteção com blocos do tipo antifer de 20 toneladas e na construção de um novo muro cortina, dois metros mais alto e apoiado no existente e criação de descargas de emergência de água no muro cortina.

Foram igualmente efetuadas intervenções na reabilitação, reforço e reparação do betão em zonas danificadas, reparadas as tampas e golas dos sumidouros existentes e colocadas peças em betão de alguma dimensão, no parque de estacionamento.