Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

GESTORA PÚBLICA FOI CONDECORADA POR DOIS PRESIDENTES DA REPÚBLICA

Lídia Sequeira deixa a administração dos portos de Lisboa e Setúbal

Os últimos dias davam já a indicar que a experiente Lídia Sequeira estaria em vias de deixar a liderança da administração dos portos de Lisboa e Setúbal; agora, a cessação de funções da gestora – cujo trajecto na gestão pública é longo e recheado de marcos –, é oficial.

Lídia Sequeira é um dos rostos mais visíveis do sistema portuário português, tendo sido uma das figuras de proa do processo de evolução neste novo milénio: a gestora entrou, primeiro, para a chefia da administração do Porto de Sines (entre 2005 e 2013), lançado bases para que a infra-estrutura alentejana pudesse evoluir rumo a um novo patamar – período que viu o Terminal XXI (de contentores), um dos grandes portentos operacionais do porto, dar os passos infra-estruturais mais firmes rumo à fama funcional que hoje granjeia.

Conhecedora profunda da realidade portuária nacional, a economista colaborou activamente com a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, durante o duro processo negocial forjado na luta entre operadores e estivadores no Porto de Lisboa. Pouco tempo depois, e na sequência de um apaziguamento das relações entre as duas partes, Lídia Sequeira entrou em cena enquanto presidente dos portos de Lisboa e Setúbal, em Maio de 2016. A sua chegada coincidiu com a implementação de uma mudança orgânica: a fusão administrativa dos dois portos.

No porto sadino, a gestora liderou o importante projecto de melhoria das acessibilidades marítimas, tido como fundamental para o progresso da infra-estrutura. Em 2012, recorde-se, Lídia Sequeira – que já foi condecorada por dois presidentes da República – foi reconhecida com o título de melhor gestora de empresa pública nos ‘Best Leader Awards 2012’.

Com a saída de Lídia Sequeira, o conselho de administração dos portos de Lisboa e Setúbal fica reduzido a quatro elementos: José Castel-Branco, Ricardo Santos, Ricardo Roque e Carlos Correia.

fonte: Revista CARGO