Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

NO «POEMA DO MAR»

Ricardo Serrão Santos acompanhou campanha da sardinha no alto mar

O ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, embarcou no navio Poema do Mar, em Quarteira, no Algarve, para poder conhecer presencialmente como está a decorrer a campanha da sardinha este ano. O governante esteve no alto mar um dia antes da publicação, em Diário da República do despacho que prolonga a pesca da sardinha a partir de 1 de Agosto até ao limite de 6.405 toneladas.

O ministro do Mar cumpriu a promessa feita ao sector da pesca do cerco e embarcou no navio Poema do Mar. O ministro – acompanhado pelo secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, e pela presidente da Docapesca, Teresa Coelho – pôde observar através das sondas acústicas a abundância de sardinha (Sardina pilchardus) naquela região do Algarve e ainda participar nas operações de pesca que envolveram partilha e repartição entre diversas embarcações de cerco.
Pesca com limite

Nos termos do Despacho n.º 7424-a/2020, publicado em Diário da República, a pesca da sardinha continua a ser permitida, tendo “o limite de descargas de sardinha capturada com a arte de cerco pela frota portuguesa, para o período que se inicia em 1 de Agosto de 2020” sido fixado em 6.405 toneladas.

A decisão tomada foi fundamentada no parecer, de 18 de Junho de 2020, do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (CIEM), organismo internacional de aconselhamento científico, que reconheceu a recuperação do manancial ibérico sardinha e apontou para possibilidades de pesca em 2020, de um total de 19.106 toneladas para os dois países.
Gestão ibérica

Em 2018, Portugal e Espanha apresentaram à Comissão Europeia um plano plurianual de recuperação e gestão da pesca da sardinha, prevendo a regulação das descargas totais de sardinha, defesos conjuntos entre Portugal e Espanha e medidas complementares direccionadas para a protecção dos juvenis e reforço das campanhas científicas para avaliação do estado do recurso.

“Os resultados positivos alcançados pelo plano bilateral de recuperação da sardinha, apresentado por Portugal e Espanha, vieram provar que as medidas adoptadas foram adequadas e resultam da boa governação e cooperação entre os dois Governos, na recolha de dados científicos em campanhas oceanográficas conjuntas e do desempenho de um sector bem organizado, informado e empenhado na sustentabilidade desta pescaria secular”, realça o Ministério do Mar.

fonte