Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

CIIMAR integra «The Porto Protocol»

Construir uma plataforma aberta e dinâmica de ideias e soluções viáveis ​​para combater o progresso ou os efeitos das alterações climáticas. É este o objetivo do The Porto Protocol, iniciativa à qual se juntou o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR-UP).

Nasceu do mundo dos vinhos mas transformou-se num compromisso para proteger o clima. The Porto Protocol conta agora com o contributo do CIIMAR, que apresentou o projeto “Nature Based Solutions” (soluções baseadas na natureza), focado na gestão da água e promoção dos serviços dos ecossistemas através de Telhados/Coberturas Verdes e Ilhas Flutuantes.

“A forma de nos adaptarmos às alterações climáticas e mitigar os seus efeitos é através do uso de tecnologia, trabalhando com a Natureza e em projetos colaborativos”, explicou ao portal de notícias da U.Porto Cristina Calheiros, investigadora do CIIMAR e líder do projeto.

As coberturas verdes (aplicadas a edifícios) e as ilhas flutuantes (aplicadas a massas de água) são duas soluções baseadas na natureza que, em contexto urbano, desempenham papéis importantes em relação aos serviços e funções do ecossistema, já que se mostram “relevantes para apoiar as boas práticas de aplicação desses sistemas e contribuir para uma estratégia de adaptação e mitigação das mudanças climáticas, especialmente em áreas costeiras onde as informações são escassas”.

“A abordagem apresentada pelo CIIMAR ao The Porto Protocol define assim desafios ambientais e de sustentabilidade, contribuindo para um uso integrado dos recursos aquáticos e mitigação do impacto das atividades humanas nos ecossistemas, com potencial de valorização económica a nível nacional e internacional”, acrescenta o portal da U.Porto.

De recordar que o CIIMAR está a desenvolver, desde há alguns anos, um sistema inovador de remoção de poluentes da água salgada, constituído por uma “ilha flutuante” de cortiça e plantas. No âmbito deste trabalho, foi já instalado um pequeno “arquipélago” de cinco ilhas ao largo das marinas do Terminal de Cruzeiros de Leixões e de Leça da Palmeira.

fonte