Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Governo da Madeira agradece celeridade na requisição civil no Porto de Lisboa

Pedro Calado agradeceu a celeridade do Governo da República em decretar a requisição civil no Porto de Lisboa.

Estamos satisfeitos e agradeço a celeridade que o Governo da República manifestou ontem (terça-feira), ao final do dia, com a nossa preocupação e decretou, de imediato, a nossa solicitação de requisição civil", disse.

O Vice-presidente falava aos jornalistas no final de um encontro com representantes das instituições bancárias sedeadas na Madeira.

Segundo o governante, com essa requisição civil fica "salvaguardado o transporte de mercadorias para a região", pelo que "não há necessidade, nem há neste momento grandes motivos de alerta".

Pedro Calado ressalvou que vão fazer um acompanhamento da situação porque, além do transporte marítimo, a região é também abastecida através do avião cargueiro e, "se necessidade houver, em último recurso, é também disponibilizada pela Força Aérea a possibilidade de se fazer o transporte de mercadorias e bens essenciais" num avião militar.

O Governo decretou na terça-feira a requisição civil no Porto de Lisboa por considerar que não foram assegurados os serviços mínimos na greve dos estivadores, pondo em risco o abastecimento de Lisboa, Açores e Madeira.

"Perante o incumprimento da obrigação de prestação de serviços mínimos, decidiu o Conselho de Ministros determinar a requisição civil, de forma proporcional e na medida do necessário para assegurar a satisfação de necessidades sociais impreteríveis e o funcionamento de setores vitais da economia nacional, em particular das regiões autónomas dos Açores e da Madeira", indicou o Governo num comunicado.

Segundo o executivo, tanto o SEAL -- Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística, que convocou a greve, como os trabalhadores abrangidos não asseguraram os serviços mínimos fixados, pondo em risco o abastecimento de Lisboa e das regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

O Governo acrescenta que "o caráter excecional da requisição civil fica ainda a dever-se ao atual quadro de contingência decorrente do surto Covid-19, no âmbito do qual se constatou já uma afluência extraordinária de pessoas aos supermercados e farmácias, que motivou uma rutura de 'stocks'".

fonte