Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Reino Unido cria mapa de ruído subaquático

Em resposta às preocupações globais sobre o transporte marítimo que afecta a comunicação das espécies marinhas, o Reino Unido criou o primeiro mapa subaquático de ruído (dos navios). Para tal, os investigadores do Centro de Ciência do Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura (Cefas) em Suffolk usaram dados captados a partir de microfones instalados no fundo do mar.

Os microfones, que gravaram três meses em cada local, ficaram instalados mais de 18 meses, segundo a BBC, foram colocados em “hotspots”, de modo a identificar os locais mais sujeitos a esta perturbação. Através dos quais se identificou que a causa mais comum de ruido subaquático são as hélices.

Note-se que o barulho se propaga mais dentro de água, segundo os investigadores, pelo que a probabilidade dos animais marinhos ouvirem os motores, mesmo que a uma grande distância, é grande.

Que a comunicação destes animais é afectada pelo ruido já é sabido. Sendo que as baleias ajustam o tom para se ouvirem. Resta descobrir se esses mamíferos estão a evitar locais com mais barulho. E num próximo passo, o centro irá pesquisar quais as espécies marinhas mais afectadas nos locais mais críticos de navegação.

fonte

MAIS DETALHES (em inglês)