Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

TCGL movimenta os maiores componentes eólicos de sempre no Porto de Leixões

Depois de dois meses de recepção em cais, terminou, este mês de Junho, o embarque dos maiores componentes eólicos alguma vez movimentados no Porto de Leixões – o anúncio foi feito pelo TCGL (Terminal de Carga Geral e de Granéis de Leixões).

«No total foram embarcadas 24 pás com 61,9 metros de comprimento e 21,8 toneladas e 42 secções de torres com um máximo de 28,6 metros e 86,4 toneladas», adiantou o TCGL na sua página oficial. «Destacam-se que as pás éolicas, produzidas em Viana do Castelo, foram transportadas até Leixões por via marítima. Já as secções de torres foram transportadas desde Aveiro até Leixões por via rodoviária», acrescentou o TCGL.

Todos estes componentes fazem parte de um projecto da Enercon e foram embarcados no navio ‘Aal Kobe’ com destino ao Vietname. «Espera-se que este tipo o equipamento eólico volte a ser movimentado ainda em 2019 em Leixões», perspectivou ainda o terminal do porto nortenho.

fonte