Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Docapesca conclui plataforma flutuante de Vila Praia de Âncora para apoio à pesca

A Docapesca – Portos e Lotas concluiu a empreitada de execução de uma plataforma flutuante de apoio à pesca artesanal no Porto de Vila Praia de Âncora, no concelho de Caminha, Viana do Castelo, representando um investimento de 128.270 euros.

Esta obra tem como objectivo a melhoria das condições de segurança de pessoas e bens no embarque, atracação e acesso a embarcações neste porto.

A nova estrutura é composta por dois elementos de quebra-mar flutuante em betão armado, com as dimensões totais de 40×3 metros, estando equipada com meios de amarração e protecção das embarcações.

O acesso ao cais flutuante é proporcionado por um patamar de acesso com 6×2,5 metros com guarda corpos e uma ponte de acesso com 20×1,5 metros.

A Docapesca – Portos e Lotas é uma empresa do Sector Empresarial do Estado tutelada pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, que tem a seu cargo, no continente, o serviço da primeira venda de pescado e o apoio ao sector da pesca e respectivos portos, dispondo de 22 lotas e 37 postos.

fonte