Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Portos portugueses esperam ampliar comércio marítimo com o Brasil

Representantes dos portos de Portugal consideram a América do Sul uma região estratégica para os seus negócios e esperam aumentar o comércio marítimo com o Brasil. A Associação dos Portos de Portugal (APP) estará presente novamente na Intermodal South America, que nesta edição acontece de 19 a 21 de março, em São Paulo. A APP reúne os principais portos portugueses, representados por nove administrações portuárias. Na feira, estarão presentes cinco delas: Porto de Leixões, Porto de Aveiro, Porto de Lisboa, Porto de Setúbal e Porto de Sines. Com o evento, a APP espera conseguir aumentar as trocas comerciais com o Brasil.

"O objetivo é conseguir afirmar Portugal como a principal porta de entrada na Europa, já que o nosso país apresenta-se com uma vantagem competitiva face a outros portos europeus. Em termos de economia, de um a dois dias de trânsito nos tráfegos oriundos dos mercados da região", destaca a presidente da APP, Lídia Sequeira.

De acordo com o ministério da economia português, as trocas comerciais entre Portugal e o Brasil somaram aproximadamente 2 bilhões de euros em 2018. Ainda de acordo com o ministério, as exportações portuguesas para o Brasil em 2018 foram lideradas pelo azeite, gasóleo (diesel), bacalhau, vinho e pêras, e as importações por produtos agrícolas como o milho e a soja, petróleo e minérios. "Cremos que existem muitas similaridades entre os dois países e no tipo de mercadorias movimentadas e portos, com a ressalva da escala de cada país", explica Lídia Sequeira.

Em 2018, o sistema portuário português movimentou perto de 93 milhões de toneladas de cargas, com destaque para o crescimento de 1,15 milhão de toneladas no segmento da carga conteinerizada. Para a APP, o volume movimentado reforça o posicionamento de Portugal nas ligações aos mercados da América do Sul, sobretudo o Brasil. Outros mercados comerciais importantes para Portugal são países do bloco europeu, como Reino Unido, França e Espanha, além de países africanos da costa ocidental, particularmente Angola. Segundo a APP, Estados Unidos e Canadá também constituem mercados relevantes, ao passo que a China vem ganhando importância crescente.

A APP acredita que o futuro do setor portuário mundial, bem como das entidades que gerem os portos, passa por soluções inteligentes para melhorar o relacionamento entre usuários e terminais que os servem, por meio de políticas que priorizem a digitalização de procedimentos e com uso de plataformas eletrônicas que diminuam o tempo de espera dos navios e das mercadorias. "No que diz respeito à questão das mercadorias é fulcral (essencial) que as alfândegas participem igualmente deste esforço, bem como todas as restantes entidades que participam no circuito. O esforço deve igualmente ser efetuado ao nível da regulamentação aplicável ao setor", reforça Lídia.

A presidente da associação conta que já existem algumas parcerias, que visam agilizar trâmites e compartilhar experiências entre portos portugueses e os portos do Brasil, quer ao nível do tráfego das mercadorias, quer ao nível do tráfego de passageiros (cruzeiros). Para ela, será possível evoluir neste campo futuramente. Lídia ressaltou que a visão da APP do setor portuário é extensível a todos os portos, e não somente aos portos brasileiros.

Portugal também pode contribuir com os portos brasileiros no campo da inovação, ou ainda em cooperação, com programas acadêmicos e de pesquisa, por meio de suas instituições de ensino. "Essa é uma ideia muito interessante: a conjugação entre a academia e o mundo real, particularmente ao nível da inovação e da tecnologia. Teremos que estender esse repto (desafio) também às universidades dos dois países", avalia Lídia Sequeira.

fonte












Artigos relacionados:

  • Portos de Portugal na Intermodal de São Paulo, Brasil
  • Intermodal de São Paulo inaugurada
  • Portos de Portugal Presentes na Intermodal de São Paulo, Brasil
  • Ministro dos Transportes do Brasil visita o stand da APP
  • Portos de Portugal na Intermodal de S. Paulo