Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Mútua dos Pescadores prevê crescimento de 5%

O Conselho de Administração da Mútua dos Pescadores, a única cooperativa de seguros portuguesa, face aos dados disponíveis de 2018, apresentou uma previsão de crescimento de 5% da sua actividade para 2019 durante a Assembleia Geral, realizada em Lisboa.

Isto, apesar de admitir que “no caso da Mútua dos Pescadores, sendo verdade o efeito de contágio da economia geral”, que a cooperativa considera que deverá manter um crescimento no próximo ano, “são ainda fortemente condicionadores os resultados económicos verificados na actividade da pesca”.

Nesse contexto, a Mútua dos Pescadores antecipa que vão manter-se as “preocupações vividas em 2018, podendo até vir a acentuarem-se em 2019, com o encerramento prematuro da pesca da sardinha, da redução substantiva das quantidades pescadas, da persistência da perda de rendimento dos armadores e dos pescadores, apesar do aumento médio de valor do pescado”.

Em todo o caso, o crescimento que antecipa deverá beneficiar de uma “tendência de crescimento da economia portuguesa verificada em 2017 e em 2018”, que se deverá manter “no próximo ano, ainda que ligeiramente mais modesta, levando a que as perspectivas da actividade económica continuem a situar-se num clima favorável e que o sector segurador continue a crescer”.

fonte