Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

90 SEGUNDOS DE CIÊNCIA | ÁUDIO

Projecto CORAL desenvolve sensores para explorar o mar profundo

Inspirado em mecanismos naturais usados por organismos marinhos para conhecerem o seu ambiente, este projeto quer desenvolver sensores para explorar o mar profundo.​

Filipe Castro, investigador no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) e professor na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), participa no projeto CORAL – Sustainable Ocean Exploitation: Tools and Sensors, um projeto de parceria entre o CIIMAR e o INESC TEC, que recorre ao uso de novas ferramentas tecnológicas para a exploração sustentável dos recursos marinhos do mar profundo.

“Nós procuramos conhecer aquilo que em muitas circunstâncias é designado como a última fronteira, ou seja, o mar profundo. Uma zona do Planeta que se mantém ainda muito pouco conhecida e que tem seguramente desafios ao nível do conhecimento biológico mas também das tecnologias que é preciso ultrapassar”, conta.

Este projeto tem como ambição olhar para organismos vivos, para os sensores biológicos que estes usam para conhecer e sentir o seu ambiente, e, a partir daí, desenvolver tecnologia capaz de imitar estas funções. “Algumas abordagens conceptuais que temos tomado neste projeto é uma abordagem um bocadinho radical de olharmos para os organismos vivos que já conhecemos, e alguns deles conhecemos muito bem, e tentar perceber que sensores é que eles usam, porque todos os organismos têm sensores para medir o seu meio-ambiente e alguns desses sensores são muito úteis porque eles permitem, por exemplo, a um organismo perceber se está em contacto com um contaminante e, portanto, uma das ideias é tentar replicar estes sensores fora dos organismos”, revela

“Será que nós conseguimos copiar estes sensores e transformá-los num equipamento?”, questiona Filipe Castro, que vê este como o principal desafio do projeto CORAL. “Temos uma experiência no CIIMAR bastante grande em tentar perceber como estes sensores evoluíram e para que é que eles servem, e nós conseguimos de algum modo manipulá-los. O desafio está a meio caminho que é tentar perceber como é que nós vamos retirá-los de dentro de um organismo vivo e colocá-los num equipamento, por isso é que esta parceria com o INESC TEC é tão valiosa no âmbito do Coral”, reforça.

O projeto CORAL tem uma duração de três anos e é financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte (NORTE2020) através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

PARA OUVIR AQUI

O 90 Segundos de Ciência é um projecto do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier ITQB NOVA, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – FCSH NOVA, ambos da Universidade Nova de Lisboa, e Antena 1, com o apoio da Novartis.

Duas vezes por dia na Antena 1, de segunda a sexta, antes das onze da manhã e antes das sete da tarde.

A Antena 1 dá voz aos investigadores portugueses em 90 segundos de Ciência.

PARA SABER MAIS SOBRE O PROGRAMA

















Artigos relacionados:

  • Estudo quer conhecer o papel das algas e das plantas marinhas nos ecossistemas costeiros
  • Estudo quer conhecer o impacto de uma espécie invasora de peixe no ecossistema algarvio