Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Gui Menezes satisfeito com proposta de aumento da quota do goraz para os Açores

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores, Gui Menezes, mostrou-se satisfeito com a proposta da Comissão Europeia (CE) de aumentar em 11% a quota de goraz para os Açores. Segundo este responsável, a recomendação vai ao encontro do que o Governo regional tem defendido (aumento de 10% no limite de capturas de goraz nos Açores).

Ainda de acordo com Gui Menezes, “os novos dados científicos disponíveis evidenciam a recuperação do goraz e apontam para um aumento da abundância relativa desta espécie no arquipélago” e sublinhou que as medidas de gestão tomadas para promover a recuperação desta espécie “têm dado resultado”.

O governante congratulou-se também com a proposta de terminar com um total admissível de captura (TAC) para a abrótea do alto, “atendendo ao baixo volume de capturas e por ser uma espécie de captura acessória na pesca demersal”.

Todavia, considerou excessiva a quota de imperadores e alfonsins (beryxs) proposta pela CE, lembrado que em 2017 a quota nacional para estes recursos foi dividida entre o Continente e os Açores, “permitindo que a Região passasse a gerir internamente a sua quota”.

fonte