Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

CE apresentou plano para uma bioeconomia sustentável

A Comissão Europeia (CE) apresentou um “plano de acção com vista ao desenvolvimento de uma bioeconomia sustentável e circular que beneficie a Europa a nível social, ambiental e económico”, no que será “um esforço de inovação para alimentar as populações e proporcionar-lhes água e energia limpas” e “dar um novo impulso ao emprego, ao crescimento e ao investimento”, refere a instituição europeia.

Segundo a CE, “a bioeconomia tem a capacidade de transformar algas em combustível, reciclar plástico, fabricar mobília ou vestuário a partir de resíduos e converter subprodutos industriais em adubos biológicos” e um “potencial para criar 1 milhão de empregos verdes até 2030”.

Além disso, “o seu volume de negócios anual avizinha os 2 biliões de euros, empregando cerca de 18 milhões de pessoas”, constituindo “um domínio essencial para impulsionar o crescimento em regiões rurais e costeiras”, diz a CE.

“Para estimular este esforço colectivo, e tendo em vista três objectivos essenciais, a Comissão tomará 14 medidas concretas já em 2019”, incluindo expandir e reforçar os sectores dos produtos biológicos, criar rapidamente bioeconomias na Europa e proteger o ecossistema e compreender as limitações ecológicas da bioeconomia, refere a CE.

Neste momento, a CE prepara uma conferência para 22 de Outubro, em Bruxelas, na qual “será debatido o plano de acção com as partes interessadas e apresentados exemplos concretos de produtos biológicos”, refere a instituição.

fonte