Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Navio da Marinha fiscaliza áreas de pesca ao largo do Canadá

O Navio da República Portuguesa (NRP) Figueira da Foz largou dia 1, para participar até 30 de setembro na missão NAFO (Northwest Atlantic Fisheries Organization), no alto mar, numa zona contígua à Zona Económica Exclusiva (ZEE) do Canadá.

Portugal, como membro da NAFO, e consequentemente, com navios de pesca autorizados a pescar na área referida, irá participar nas tarefas de fiscalização e controlo da pesca, na sequência de um pedido formulado pela Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

Para esta missão será empenhado o NRP Figueira da Foz, que irá embarcar um elemento coordenador da EFCA (Agência Europeia de Controlo das Pescas), um inspetor da DGRM e dois inspetores da União Europeia, provenientes da Estónia. Está previsto que o navio assegure mais de 600 horas de patrulha na área de operações.

A NAFO é uma organização de caráter intergovernamental que tem por objetivo promover uma exploração sustentável dos recursos da pesca nesta zona de operação. Esta organização integra doze partes contratantes: União Europeia, Canadá, Estados Unidos da América, Noruega, Rússia, Coreia do Sul, Ucrânia, Cuba, Japão, Islândia, Dinamarca e França. Sendo estes os países comunitários que possuem navios a pescar nas águas desta organização, são os responsáveis por participar nas missões de fiscalização da atividade piscatória, a realizar nessas áreas.