Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Espanha cede 120 toneladas de quota de atum patudo a Portugal

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores, Gui Menezes, revelou que Espanha concordou em ceder 120 toneladas de quota de atum patudo a Portugal, na sequência de negociações sobre esta matéria entre o Governo da República, por via do Ministério do Mar, e o Governo espanhol, conforme solicitado pelos Executivos açoriano e madeirense.

Para Gui Menezes, esta “é uma boa notícia para os pescadores açorianos, que vão poder continuar a capturar esta espécie por mais algum tempo”. O secretário Regional recordou que o Total Admissível de Captura (TAC) nacional para o atum patudo é de 3.717 toneladas, “sendo que já foram capturadas durante esta safra 3.700 toneladas, o que corresponde a 99,7% da quota nacional”, refere o Governo Regional.

De acordo com o Executivo açoriano, “na Região foram capturadas até ao momento 1.843 toneladas de patudo, correspondendo a um valor na primeira venda de cerca de 3,8 milhões de euros, o que, comparativamente ao período homólogo de 2017, se traduz num aumento de 446%”.

fonte