Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística

Notícias

CLdN expande rede ibérica devido à «procura consistente nas rotas espanhola e portuguesa»

A CLdN expandiu a sua rede ibérica – a efectuar escalas em Santander (desde Setembro de 2016) e Leixões (desde 2013), a companhia foi sensível à «contínua procura positiva e consistente denotada nas rotas espanhola e portuguesa», procedendo assim à «expansão de sua rede» com o intuito de «incluir duas chamadas directas Zeebrugge/Santander por semana», a serem introduzidas em Setembro de 2018.

 

Postas estas mudanças, CLdN informou, através de um comunicado ao qual a Revista Cargo teve acesso, que «o serviço de Roterdão/Leixões continuará a operar com três embarcações dedicadas, mas deixará cair as chamadas para Santander ao mesmo tempo que o novo serviço é lançado, melhorando assim o tempo de espera de e para Portugal».

Santander «estrategicamente posicionado» e munido de infra-estrutura ferroviária moderna»

«Ficámos muito impressionados com o desenvolvimento do corredor espanhol e temos desfrutado de um serviço pró-activo e profissional da Autoridade Portuária de Santander», declarou o porta-voz da companhia. Para os responsáveis da CLdN, o Porto de Santander está «estrategicamente posicionado», contado com «auto-estradas sem portagens directamente adjacentes ao porto», ligando Madrid e outras grandes cidades espanholas. Outro dos trunfos, realça, é a sua «infra-estrutura ferroviária moderna», que faz a ligação directa à rede ferroviária espanhola.

Ao utilizar o Hub Port de Zeebrugge, a CLdN não só poderá oferecer a conexão entre Santander a Zeebrugge, «mas também poderá permitir que os Clientes utilizem a rede da CLdN, ligando Londres e Killingholme no Reino Unido, Suécia, Dinamarca e Irlanda», adiantou a empresa.

CLdN dá conta de «impacto positivo no serviço de Portugal»

A CLdN informou ainda que, devido à recepção de dois navios que servirão a rota, «haverá também um impacto positivo no serviço de Portugal, através do aumento da capacidade e melhor programação e tempo de espera, sendo servidos por três navios dedicados».

fonte