Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística

Notícias

Plataforma logística do Porto de Aveiro garante alargamento da atividade portuária

O projecto de Infraestruturação da Zona de Actividades Logísticas e Industriais do Porto de Aveiro, cofinanciado pelo COMPETE 2020, anuncia a criação de uma plataforma logística portuária com uma área total de construção de 73,2 ha, onde está já em instalação a unidade da A Silva Matos dedicada à produção de torres eólicas.

Essa unidade deverá entrar em funcionamento em 2019 e marca o aproveitamento de uma área onde nos últimos anos a paisagem foi dominada por montes de areia.

A previsão é a alavancagem de investimentos capaz de elevar o volume de carga movimentada. Aumentar o volume de mercadorias movimentadas no Porto de Aveiro para 65 mil toneladas em 2022; Captar investimento privado, sendo que o seu valor estimado ascende a 25 milhões de euros; Criar 200 postos de trabalho; Contribuir para as exportações nacionais com um valor de 25 milhões de euros/ano e gerar benefícios ambientais, através da maior atratividade do transporte marítimo e ferroviário junto dos agentes económicos.

O investimento total estimado para o projeto ascende a 14,2 milhões de euros, com um investimento elegível ajustado de 7,5 milhões de euros, a que corresponde um financiamento do fundo de coesão de 6.4 milhões de euros.

Em declarações ao COMPETE 2020, Marta Alves, coordenadora do Gabinete de Estratégia, sintetiza a importância da ZALI no prosseguimento da estratégia de desenvolvimento do Porto de Aveiro e da importância do apoio do COMPETE na sua concretização.

“A ZALI é a infraestrutura que falta para o reforço da competitividade do Porto de Aveiro enquanto nó logístico do Corredor Atlântico. Trata-se de uma infraestrutura que, pela sua valência marítimo-portuária, conferirá maior capacidade de internacionalização às empresas que ali se instalarem, em consequência de acesso mais eficiente aos mercados internacionais. O apoio do COMPETE 2020 é essencial na viabilização da construção da ZALI e, desse modo, contribui para que a Administração do Porto de Aveiro dê mais um importante passo para tornar o porto num cluster logístico e industrial de referência no Corredor Atlântico.”

A área total de construção da plataforma ZALI é de 73,2 ha, da qual 42,3 ha destina-se a lotes de dimensão variável para a instalação de unidades logísticas e industriais, 15 ha para atividades logísticas de apoio à carga contentorizada ou para atividades de acabamento e assemblagem de cargas de projeto e 15,9 ha de áreas comuns (vias de circulação rodoviária, zonas verdes e parque de estacionamento).

A recente notícia sobre a integração da Corunha nos corredores logísticos de Portugal veio reforçar a posição das autarquias e dos agentes económicos do centro e norte de Portugal pela importância do corredor Aveiro - Salamanca. A plataforma logística do Porto de Aveiro é outra das valências que permite reforçar a importância desse corredor que não está ainda integrado na lista de prioridades de investimento do Governo.

fonte