Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

24 A 26 DE ABRIL

Maior participação portuguesa de sempre na Seafood Expo Global 2018

Dezoito empresas portuguesas estarão presentes na edição deste ano edição da Seafood Expo Global, de 24 a 26 de Abril, no Parque de Exposições de Bruxelas, na Bélgica – Docapesca, Coelho & Dias, Frijobel, Friopesca, Mar Ibérica, Gelpeixe – Alimentos congelados, S.A, Lurdes Narciso, L. Fish, Luis Silvério & Filhos, Lotaçor, Nigel – Cong. José Nicolau, Lda., MARFRESCO, Pascoal & Filhos, Riberalves – Comércio e Indústria de Produtos Alimentares, S.A., Rui Costa e Sousa & irmão, S.A, Ilhapeixe, Gialmar e Soguima.

De acordo com a Associação da Indústria Alimentar pelo Frio (ALIF), que irá promover a representação portuguesa no evento, o maior da Europa dedicado ao sector do pescado, Portugal vai investir 583.602, 17 euros ao abrigo do programa Operacional Mar2020. Este valor é o montante elegível e é destinado à participação neste ano, em 2019 e ainda na Alimentaria 2019. Ainda segundo a ALIF, que participa nesta feira desde 2001, este ano será o da maior participação portuguesa de sempre, repartida pelas gamas de frescos, congelados e bacalhau.

A associação divulgou ainda alguns dados referentes ao sector que representa. Segundo a ALIF, “as exportações portuguesas de produtos de pesca, conservas, crustáceos e outros produtos do mar cresceram 34,9% para 1.077,5 milhões de euros em 2017”. Diz ainda que “nas exportações de pescado, que no conjunto atingiram 520 milhões de euros, destacam-se, em 2017, o peixe congelado (210,5 milhões de euros), seguido pelo peixe fresco ou refrigerado (152,2 milhões de euros) e pelos filetes (91,3 milhões de euros)”.

A ALIF referiu também que “na categoria crustáceos, molúsculos e outros invertebrados aquáticos, lideram os molúsculos (209,4 milhões de euros)” e que nas “conservas, no período de referência, os produtos mais exportados foram peixe, caviar e semelhantes a partir de ovas, que atingiram 220,9 milhões de euros”. “Os principais destinos das exportações de peixes, crustáceos e conservas são os países da União Europeia (81,3%), entre os quais se destacam Espanha (51,6%), Itália (12,6%) e França (9,1%)”, acrescentou a ALIF.

fonte