Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ESTA SEGUNDA-FEIRA

MSC DIVINA e QUEEN VICTORIA nos Açores

Esta segunda-feira, dia 19 de março, regista duas importantes escalas de navios de cruzeiro na Região. O Queen Victoria e o MSC Divina trazem, respetivamente, à ilha Terceira e a São Miguel, mais de 7 mil visitantes, entre passageiros e tripulações.

Se a presença da Cunard Line nos Açores se tem pautado por uma assinalável regularidade, já a escala do paquete italiano merece honras de destaque, pois é um regresso que acontece após dois anos de interregno. Aliás, este retornar aos mares açorianos não se vai resumir apenas a esta escala, uma vez que a MSC já tem agendadas visitas regulares aos Açores até 2020, com a próxima já a ocorrer precisamente daqui a um mês com a estreia do MSC Preziosa, em Ponta Delgada.
Este regresso da MSC Crociere ao arquipélago resulta de um itinerário transatlântico de 20 noites, entre Miami e Génova, viagem que inclui escalas em Nova Iorque, Ponta Delgada, Lisboa, Cádiz, Málaga, Valência e Marselha.
Com 3402 passageiros a bordo, 40 dos quais açorianos, o MSC Divina deverá atracar no Terminal de Cruzeiros micaelense pelas 07h00 da próxima segunda-feira. Esta será uma escala prolongada, com overnight incluído, em virtude de rumar a Lisboa apenas pelas 12h00 do dia seguinte.

O moderno e inovador paquete possui 139,072 toneladas de arqueação bruta e transporta, na sua capacidade máxima, 3502 passageiros com 1230 tripulantes. Foi construído nos estaleiros franceses STX Europe, em St. Nazaire e entregue ao armador em junho de 2012, numa cerimónia onde esteve presente, como sempre, a conhecida atriz italiana Sophia Loren, madrinha dos navios de cruzeiro da MSC. O MSC Divina disponibiliza 18 decks para passageiros com 1751 cabines, maior parte das quais são exteriores com varanda ou com janela. Destacamos ainda os seus 333,3 metros de comprimento, 38 metros de boca e 8,4 metros de calado. Na sua velocidade máxima atinge os 23,75 nós, embora normalmente navegue a uma média de 18/20 nós. Na linha do projeto da aclamada classe Fantasia, o MSC Divina foi o décimo terceiro navio a integrar a frota do armador italiano. Além do nosso próximo visitante, esta classe conta com ainda com mais três navios idênticos - o MSC Fantasia, MSC Splendida e MSC Preziosa.

A MSC Crociere é uma das mais dinâmicas frotas da atualidade. Em dezembro de 2009, era a quarta maior cruise line do mundo, superada apenas pela Carnival Corporation, Royal Caribbean International e Norwegian Cruise Line. Em 2013, com a entrega do MSC Preziosa, tornou-se o terceiro maior armador de cruzeiros do mundo, ultrapassando a Norwegian Cruise Line. Atualmente, a empresa gere 15 navios e o seu CEO, Pierfrancesco Vago, anunciou que, em 2019, o MSC Bellissima e o MSC Grandiosa vão se juntar à frota da MSC. No entanto, com a construção de mais 7 navios para armador italiano até 2026, a MSC deverá reforçar ainda mais a sua posição como uma das principais frotas de navios de cruzeiros da atualidade.

Quanto ao distinto membro da Cunard Line, é a segunda escala que efetua este ano no Porto da Praia da Vitória, depois de em janeiro já ter visitado aquela cidade. Antes de terminar esta grande viagem de 75 noites, que levou os cerca de 1880 passageiros à descoberta de vários países da América do Sul e Central, regressa à ilha lilás para nova oportunidade de rever os encantos da ilha. O Queen Victoria deve iniciar as manobras de amarração pelas 7h00, prevendo-se a permanência em porto até às 18h00.