Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

LEIXÕES REALÇA LIDERANÇA NO IMPORT-EXPORT

«O maior terminal de contentores português»

No seguimento dos mais recentes números divulgados pela AMT sobre a movimentação de mercadorias nos portos do continente – que mostraram números recorde de 88,8 milhões de toneladas e 2,76 milhões de TEUs manuseados até Novembro -, a Yilport Leixões, concessionária do terminal de contentores do porto nortenho, realça que volta a ficar clara a sua liderança do «import–export» de contentores.

«A Yilport Leixões continua líder incontestado na movimentação de contentores de import-export, de acordo com os dados relativos a Novembro divulgados pela AMT», pode ler-se no comunicado da concessionária do terminal que movimentou 585 mil TEU entre Janeiro e Novembro do ano passado.
«O maior terminal de contentores português» descontando o transhipment

No mesmo comunicado, a Yilport Leixões recorda que, no total de contentores movimentados nos portos nacionais, «os movimentos de transhipment representaram mais de 40% dos volumes» – e que esse tipo de tráfego chegou «perto dos 80% no maior porto do mercado», em alusão ao Terminal XXI do Porto de Sines.

A Yilport Leixões conclui assim que, descontando o transhipment e considerando apenas os contentores de import-export – que, defende, são «os que melhor representam a actividade do tecido empresarial nacional» -, «a Yilport Leixões é, de longe, o maior terminal de contentores português e o que melhor serve o seu vasto hinterland».

fonte