Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

CLIA espera 27,2 milhões de passageiros de cruzeiros em 2018

Em 2018, são esperados 27,2 milhões de passageiros na indústria de cruzeiros, uma subida face à estimativa de 25,8 milhões de passageiros para este ano, revela um relatório da Cruise Lines International Association (CLIA). Também em 2018, deverão entrar ao serviço 27 novos navios de cruzeiro de membros da CLIA, que representa mais de 95% da oferta de cruzeiros em todo o mundo (449 navios).

No mesmo documento, a CLIA apresenta dados sobre o impacto económico da indústria de cruzeiros em 2016: 24,7 milhões de passageiros, cerca de um milhão de postos de trabalho e 38,4 mil milhões de euros gastos em salários representaram uma entrada de 107 mil milhões de euros na economia. O relatório sublinha também que entre 2011 e 2016, o número de passageiros aumentou 20,5%.

O relatório destaca igualmente as grandes tendências do sector para o próximo ano. Uma delas é a utilização dos cruzeiros por uma população com diferentes orçamentos. Segundo o relatório, 33% dos passageiros que fizeram cruzeiros nos últimos três anos têm um rendimento inferior a 68 mil euros.

Mas há mais tendências, como para os cruzeiros como experiências, a sustentabilidade no mar, a preferência da geração nascida entre 1980 e 2000 por cruzeiros menores ou em rios, cruzeiros inter-geracionais, preferência por destinos frios (Canadá, Alasca e Antárctida), cruzeiros de saúde ou bem-estar e cruzeiros tecnológicos.

fonte