Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Navio de cruzeiros de expedição HANSEATIC visita as 9 ilhas açorianas

Depois de três anos consecutivos a realizar cruzeiros de expedição nos Açores, no ano transato o operador alemão Hapag Lloyd optou por um itinerário mais generalista protagonizado pelo aclamado Europa, navio que realizou 4 escalas em outras tantas ilhas açorianas. Dado o sucesso deste último itinerário e da demanda pelos cruzeiros de expedição nos Açores, este ano a companhia, com sede em Hamburgo, programou um cruzeiro de expedição, outro de âmbito mais generalista e ainda uma escala transatlântica, o que traduz a crescente relevância que o arquipélago assume para aquele importante operador.

Neste contexto, inevitável destaque para o cruzeiro "Expedition Azoren - Ein Azoren-Hoch für Wanderer und Wale", onde os 167 passageiros que se encontram a bordo do Hanseatic vão ter oportunidade de realizar uma extensa visita ao arquipélago açoriano. Este périplo teve início no passado domingo em Santa Cruz de Tenerife e amanhã o navio é aguardado no Terminal de Cruzeiros das Portas do Mar, onde vai permanecer entre as 08:00 e as 22:00 horas. Seguem-se visitas às Velas de São Jorge (dia 21), Flores e Corvo (dia 22), Lajes do Pico (dia 23), Horta (dia 23 e 24), Graciosa (dia 25), Angra do Heroísmo (dia 26) e St. Maria (dia 27). Depois de visitar todas as ilhas açorianas, o navio ruma a Lisboa, onde é aguardado no dia 30 de maio para aí finalizar esta viagem. Mais uma vez se assinala o grande interesse deste itinerário para a nossa Região em virtude de dinamizar a economia local e potenciar todas as ilhas como destino turístico.

O Hanseatic foi construído em 1991 nos estaleiros Rauma, na Finlândia, então como Society Adventurer, mas nunca chegou a navegar como tal. Esteve imobilizado 2 anos e posteriormente navegou para o operador Hanseatic Tours, já com a atual designação. Em 1996 foi adquirido pela Hapag Lloyd e integrou a frota da companhia germânica. Das suas principais características técnicas salientamos os 123 metros de comprimento, 18 metros de boca, 5 metros de calado, 8,378 toneladas de arqueação bruta e capacidade máxima para acomodar 184 passageiros e 122 tripulantes. O navio disponibiliza 6 decks para os passageiros, por onde se distribuem as 92 cabines, todas elas com vista para o exterior.

Claramente vocacionado para cruzeiros de expedição, o Hanseatic oferece aos seus passageiros a possibilidade de rumar aos locais mais inóspitos do planeta, como são os casos do Ártico e da Antártida, de modo a que aqueles vivenciem experiências verdadeiramente únicas e radicalmente diferentes de um cruzeiro tradicional. A sua excelente manobrabilidade, aliada ao facto de estar dotado de moderno equipamento para as afamadas aventuras polares, fazem deste navio um dos mais apreciados do seu género. Neste âmbito, destaque para os seus 14 zodíacos, casco reforçado para navegar em mares gelados, incineradora para detritos e heliporto. A bordo do Hanseatic não encontramos casinos, bingos, jacuzzis, grandes áreas comerciais ou entretenimento constante, uma vez que se destina aos verdadeiros amantes da natureza e a todos aqueles que apreciam o contacto direto com a vida selvagem, viajando confortavelmente num navio luxuoso.