Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Aniversariante Marco Polo hoje em Ponta Delgada

No ano que celebra 50 anos de atividade, o conhecido navio de cruzeiros Marco Polo, visita esta quarta-feira a cidade de Ponta Delgada. À semelhança do ano transacto, a escala integra-se num cruzeiro de 42 noites denominado Amazon, West Indies & The Azores, viagem essa que proporcionou aos 725 passageiros um interessante périplo por paragens mais exóticas como terras de Vera Cruz e algumas afamadas ilhas das Caraíbas.

No passado dia 4 de fevereiro o clássico paquete zarpou de Bridgetown, Barbados, nas Caraíbas, rumo à cidade da Horta onde se encontra atracado no novo Terminal Marítimo daquela cidade, largando para Ponta Delgada ao principio da noite de hoje. Na cidade micaelense é aguardado cerca das 07:05 horas de amanhã, estimando-se que largue amarras com destino a Inglaterra por volta das 23:00 horas.
Inaugurado em 1965, o ex Alexander Pushkin mantém os seus originais 176 metros de comprimento, 23,6 metros de boca e 8,2 metros de calado, possui 22,080 toneladas de arqueação bruta, tendo capacidade máxima para 820 passageiros com 356 tripulantes. Disponibiliza 8 decks para passageiros com um total de 425 cabines, 292 das quais com vista exterior.

Este navio foi projetado no âmbito da modernização da frota da ex União Soviética que, entre 1964 e 1972, encomendou cinco navios de passageiros aos estaleiros Mathias-Thesen, em Wismar, na então República Democrática Alemã. O primeiro a ser lançado foi o Ivan Franko, seguido do Aleksandr Pushkin, Taras Shevshenko foi o terceiro, Shota Rustaveli o quarto e, já na década de 70, o último desta classe, Mikhail Lermontov.

O agora Marco Polo, o único sobrevivente da classe Ivan Franko, começou a navegar com o nome de Aleksandr Pushkin para a Baltic Shipping Co, no verão de 1965, fazendo uma série de cruzeiros antes de ser colocado na rota transatlântica de carreiras regulares entre Leninegrado e Montreal. Entre 1975 e 1991 realizou cruzeiros com destinados variados, ligado a companhias alemãs, inglesas e soviéticas. Após um curto período em lay-up em Singapura, foi vendido em 1991 à Shipping and General (Orient Lines) e enviado para a Grécia com vista a efetuar uma grande remodelação, facto que acabou por demorar quase três anos.

Desde então, e já com o nome atual, o Marco Polo tem sido um barco muito popular junto do mercado inglês, não só pelo saudosismo que as suas linhas clássicas apresentam mas também pelos itinerários menos convencionais que protagoniza. Presentemente, está ao serviço da operadora britânica Cruise & Maritime Voyages e realiza cruzeiros para os mais diversos locais, tendo como homeport a cidade inglesa de Tilbury. No que concerne a comodidades, começamos por realçar que, não obstante a sua longevidade, é um navio apelativo, bem conservado e muito procurado pelas saudosistas dos paquetes clássicos. As áreas públicas são agradáveis e muito confortáveis, como são os exemplos dos salões/bares Columbus, Scott’s Bar, Charlstone e Palm Garden. Ao nível da restauração, natural destaque para o Waldorf Restaurant, local muito aprazível para uma boa refeição. Uma piscina, três jacuzzis, um SPA, biblioteca e o Ambassador Lounge, local para espetáculos, completam as zonas públicas preferidas dos hóspedes.