Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

MADEIRA

«Cluster do Mar» já em 2015

A ACIF-CCIM apresentou os integrantes do grupo de reflexão que irá elaborar um documento estratégico sobre a economia e o ‘Cluster do Mar’, que até Abril de 2015 deverão ter pronto o projecto que será a a adaptação à Madeira da Estratégia Nacional para o Mar 2013-2020.

Assim, segundo a presidente da Associação Comercial e Industrial do Funchal-Câmara do Comércio e Indústria da Madeira, Cristina Pedra Costa, o grupo de reflexão será composto por 13 pessoas.

A responsável aproveitou para salientar que a estratégia “consiste na procura de um segmento de mercado e de área de negócio”, uma vez que “tem existido muitas pessoas a reflectir a estudar o mar, na Madeira também, mesmo antes de se começar a detectar o mar como potencial de negócio”.

Preocupada e atenta às empresas, a ACIF entendeu que “o mar tem de ser visto de um ponto de vista económico, com a criação de postos de trabalho”, pelo que o grupo de reflexão irá dedicar-se “a recolher toda a informação e trabalho disperso existente, muitos deles extremamente importantes e muito avançados”, sendo possível que existam reuniões formais e informais antes da apresentação das conclusões previstas para Abril de 2015.

Assim sendo, ontem foi realizada a primeira reunião de trabalho desta comissão, cujos integrantes pertencem ao sector público, destacando-se as quatro individualidades convidadas pela mais-valia que poderão trazer ao grupo de reflexão. Além de representantes da Vice-Presidência, que detém a tutela da área económica, da Secretaria Regional da Educação e dos Recursos Humanos, que passará pela formação dos futuros activos, das secretarias regionais do Ambiente e dos Recursos Naturais e da Cultura, Turismo e Transportes, pelas óbvias razões de serem parte integrante das suas áreas de actuação, as individualidades são Bruno Freitas (ex-director regional do Turismo), o comandante Pedro Frazão, António Domingues Abreu e a advogada Cátia Fernandes.

Cristina Pedra Costa salientou que o ‘Cluster do Mar’ irá ser “muito pragmático, não se vai cingir a questões tão teóricas”, isto porque sendo “o mar um recurso limitado e que tem de ser preservado mesmo quando é explorado economicamente”, o facto é que será preciso criar novas empresas, dinamizar as já existentes, tirar potencialidades que não sejam somente da área turística, mas de modo transversal a toda a economia e retirar daí uma possibilidade económica, novas oportunidades e postos de trabalho.

fonte