Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Veleiro POGORIA de novo no Porto de Setúbal

O Porto de Setúbal voltou a receber o veleiro polaco POGORIA, um dos participantes da Tall Ships Races 2012, que incluiu Portugal numa das etapas. A embarcação deu entrada no porto no dia 16 de junho e atracou no Cais 2, numa visita que durou até dia 18 de junho, tendo zarpado rumo ao porto espanhol de La Coruña.

O POGORIA é um veleiro de três mastros, com 498 toneladas, 48 metros de comprimento e equipado com 1.000m2 de velame. Construído, em 1980, nos famosos estaleiros de Gdansk, Polónia, foi o protótipo duma linha de navios tall ship do designer naval Zygmunt Chorén.

O veleiro nasceu no âmbito do projeto de educação marítima Iron Shackle Fraternity, fundado pelo Capitão Adam Jasser e apoiado pela Televisão Polaca. Atualmente, navega sob a alçada do governo da Polónia, operado pela STA - Sail Training Association Poland, que tem como objetivo a promoção e ensino da navegação à vela. Os membros da tripulação base, instrutores e marinheiros, são voluntários e pode receber até 40 alunos em formação.

fonte