Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Abril é o melhor mês de sempre na carga movimentada pelo porto de Viana

O mês de abril fechou com o melhor registo de carga movimentada dos últimos cinco anos no porto de Viana do Castelo, sobretudo para exportação, avançou à Lusa fonte da administração portuária.

"Abril de 2014 foi o melhor mês de sempre, desde que existe esta empresa", disse à Lusa fonte da Administração do Porto de Viana do Castelo (APVC), criada em 2009 para gerir aquela infraestrutura portuária, integrada na gestão do porto de Leixões.

No total, o porto de Viana do Castelo movimentou "acima" de 65 mil toneladas de carga geral fracionada e um total de 24 navios em todo o mês de abril. Deste volume, cerca de 60% corresponde a exportação, acrescentou a mesma fonte.

Em todo o ano de 2013, aquele porto atingiu as 500 mil toneladas de carga movimentada, praticamente o mesmo volume do ano anterior. Recebeu, no entanto, menos 13 navios do que em 2012 (quando entraram 212), tendo a administração portuária justificado esta quebra com as dificuldades provocadas pela agitação marítima de dezembro.

Embora admitindo tratar-se de um ritmo difícil de manter nos próximos meses, a APVC aponta a "necessidade" de o território que dista 30 minutos daquele porto, entre os distritos de Viana do Castelo e de Braga, acolher "mais fábricas" de "cariz exportador" para poder manter este crescimento.

fonte