Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Milhões de camarões enchem areal de uma praia no sul do Chile

Os pescadores da região de Coronel, a cerca de 500 quilómetros da capital chilena, começaram a aperceber-se de um fenómeno fora do comum no início da semana, relata a agência noticiosa AFP. Relataram grandes "manchas vermelhas" que surgiam na zona costeira, segundo indicou à AFP o presidente do Sindicato dos Pescadores, Juan Gutierrez.

Na terça-feira, a massa vermelha deslocou-se para terra: "Milhões de camarões encalharam na praia", descreveu, afirmando-se em choque com o fenómeno. "Fui pescador durante 39 anos e nunca vi nada parecido com isto", acrescentou.

Juan Gutierrez indicou ainda que tem visto mais acumulação de camarões perto do litoral, o que pode indicar que mais crustáceos vão encalhar na praia.

A polícia já esteve no local a recolher amostras para se poder investigar a origem deste fenómeno, o que vai incluir uma análise à temperatura, "condutividade elétrica e oxigénio" da baía de Coronel, segundo indicou Victor Casanova, investigador de crimes ambientais.

fonte