Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Formação «Container Security Initiative» realizada no Porto de Sines

De 18 a 20 de Fevereiro estiveram no Porto de Sines vários técnicos dos Estados Unidos para ministrarem formação no âmbito da “Container Security Initiative” a elementos da Alfândega portuguesa. A acção decorreu nas instalações da APS e teve como tema principal o treino sobre as formas de prevenir as ameaças da proliferação de armas de destruição maciça e armas químicas e biológicas na óptica do controlo efectivo da exportação das tecnologias que permitem o desenvolvimento das mesmas.

A “Container Security Initiative” foi lançada em 2002 pelo Bureau of Customs and Border Protection dos Estados Unidos, com o objectivo de aumentar a segurança no âmbito da entrada de mercadorias por contentor naquele país. Globalmente, esta iniciativa contempla as seguintes áreas de actuação: tratamento e automatização de informação para identificação de mercadorias que representam risco de terrorismo, pré-selecção dos contentores que representam risco nos portos de partida antes de entrarem nos Estados Unidos, e utilização de tecnologias avançadas para visualização e identificação rápida dos contentores.

O Porto de Sines representa já um tráfego muito significativo de contentores para os Estados Unidos e, como tal, tem sido alvo de várias acções de evolução, nomeadamente com a instalação e utilização de um scanner de contentores e acções de treino aos técnicos da Alfândega.

Recorde-se que existem já do Porto de Sines para os Estados Unidos três serviços directos, dois para a costa atlântica e um para a costa do pacífico via Canal do Panamá e que chega até ao Canadá. Para a costa atlântica existe o USNAT SERVICE que está vocacionado para servir a parte norte atlântica, escalando os portos de Boston, New York, Baltimore, Norfolk, Savannah e Charleston. Já o USGULF SERVICE está mais vocacionado para os portos do golfo do México, nomeadamente Port Everglades, New Orleans, Houston, Altamira e Vera Cruz. Para a costa do pacífico existe o CALIFORNIA EXPRESS que escala os portos de Cristobal, Balboa, Long Beach, Oakland, Vancouver e Seattle.

Tratam-se de serviços com elevado interesse estratégico pois permitem ter uma cobertura muito completa daquela importante região do globo, na qual se inserem dois dos principais destinos das exportações portuguesas, os Estados Unidos e o México.