Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

NAUFRÁGIO NA NAZARÉ

Tripulantes já regressaram a casa

Os sete tripulantes do barco que na madrugada de terça-feira naufragou na Nazaré deixaram a vila às 15:15 do mesmo dia, depois de o único ferido ter tido alta do hospital das Caldas da Rainha, onde foi assistido devido a ferimento ligeiros.

A embarcação de pesca denominada “Cristiano Raquel” naufragou cerca das 05:30, 400 metros a sul da barra da Nazaré, próximo da Foz do rio Alcoa, num local de difícil acesso.

Os sete tripulantes, um dos quais com ferimentos ligeiros numa perna, foram resgatados pelos bombeiros da Nazaré e assistidos pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Centro Hospitalar do Oeste, para onde foi transportado o único ferido.

A restante tripulação foi conduzida ao quartel dos bombeiros da Nazaré onde “tomaram banho, vestiram roupas secas e aguardaram a chegada dos familiares”, afirmou o comandante João Estrelinha.

Os homens deixaram a Nazaré com uma familiar que disse à agência Lusa ser uma das proprietárias da embarcação, mas a mulher recusou explicar as circunstâncias que levaram ao naufrágio.

O alerta para os bombeiros foi dado às 05:50 e a operação de resgate envolveu 25 operacionais, embarcações de resgate, uma moto quatro, seis ambulâncias e a VMER do Centro Hospitalar do Oeste.

A operação envolveu ainda elementos da Polícia Marítima, Unidade de Controlo Costeiro e PSP.

A embarcação, registada em Vila do Conde, começou ao final da manhã a ser içada por uma grua que a tentará rebocar para mais próximo da Foz do Rio Alcoa, onde serão avaliados os danos.


Armindo Barqueiro (na foto) que, com o seu camarada, foram os heróis desta história porque deram o alerta e atravessaram o rio para salvar toda a tripulação, eram cerca de 6 horas de uma manhã fria de Fevereiro.

Colaboração: Jorge Lorvão