Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

Um Carnival que correu muito mal

Foi, muito provavelmente, uma chegada mais efusiva do que seria em circunstâncias normais, ou seja,se este cruzeiro não se tivesse tornado num pesadelo.

As mais dequatro mil e duzentas pessoas a bordo do Carnival Triumph respiraram de alívio ao atracar no porto de Mobile, no sul dos Estados Unidos, depois de terem ficado cinco dias bloqueadas no navio, ao largo do Golfo do México. Um incêndio na casa das máquinas deixou toda a embarcação sem eletricidade.

Uma das passageiras descreveu um cenárionão muito higiénico ao longo do acesso à cafetaria, com vestígios de necessidades fisiológicas por todo o lado. Uma segunda passageira fala do “cheiro nauseabundo” que dominou umas “férias que se transformaram numa experiência de sobrevivência.“Finalmente, contam-nos que tudo isto poderia ter resultado numa “catástrofe”, mas que acabaram por ter sorte porque as chamas não se propagaram: a tripulação solicitou aos passageiros para regressarem às cabinas,enquanto controlavam o fogo.

O Carnival Triumph,que pertence ao grupo que fretou o Costa Concordia, foi rebocado até terra firme. Os passageiros vão ser reembolsados na integralidade. Não há feridos a registar.

fonte

 

VEJA A PRIMEIRA GALERIA DE FOTOS DO VI CONGRESSO DA APLOP