Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




CARLOS VASCONCELOS

O Senhor MSC Portugal

Carlos Vasconcelos é um gestor de referência no sector marítimo-portuário, o gestor que transformou um agente de navegação num verdadeiro operador logístico integrado de sucesso. 60 anos, casado, com 5 filhos, licenciado em Direito, Presidente da MSC Portugal.

PORTIMÃO

Um caso de estudo na potenciação do mar

É Vice-Presidente da Câmara Municipal de Portimão e um dosprincipais responsáveis pelos investimentos realizados e pelos projectos em curso numa autarquia que viu no mar um potencial de enriquecimento para a autarquia e para a economia local.

LÍDIA SEQUEIRA EM ENTREVISTA AO «OJE»:

Sines permitirá a Portugal tirar partido do alargamento do Canal do Panamá

Sines é o porto que permitirá a Portugal tirar partido do mega-investimento que está a ser realizado no Panamá, afirma a presidente do Porto de Sines, Lídia Sequeira. Frisa, na entrevista, que o melhor posicionamento no mercado passa por ter uma boa quota de tráfego para o hinterland, associado ao transhipment.

JOANA BARROSO, GERENTE DA SITANK

Aumento das exportações exige adaptação

O crescimento da logística via aumento das exportações obriga a adaptação da empresa a novas necessidades, afirma Joana Barroso, gerente da Sitank - Navegação e Logística, ao OJE. Para Joana Barroso, "É simultaneamente um privilégio e um enorme desafio estar na liderança das primeiras empresas a estarem instaladas na única Zona de Actividades Logísticas portuária em pleno funcionamento em Portugal. Trata-se de uma moderna infra-estrutura logística que é contígua ao Terminal Multipurpose (TMS) e ao Terminal de Contentores de Sines (TXXI), o que permite obter importantes sinergias, aliadas ao enorme potencial de crescimento do porto de águas profundas de Sines".

REPORTAGEM DA «VISÃO»

Na rota da caixa que mudou o mundo

A construção do porto foi polémica, mas hoje tudo parece conviver pacificamente. Em Sines há pouca especulação imobiliária, menos desemprego do que no resto do Pais, o ambiente foi preservado, e até há perspectiva de petróleo na zona.
O porto foi construído em 1978 para facilitar a entrada de produtos petrolíferos e petroquímicos em Portugal. Vista de cima, a parte mais antiga, energética, estende-se para norte. A meio, fica o porto de pesca e de recreio. À esquerda, o terminal "multiusos" e o do gás natural. E, no extremo sul, o moderno terminal de contentores, construído já no século XXI e em plena expansão.

Caixa atenta ao mar

Conhecedora das potencialidades que se escondem por detrás do recorte da costa portuguesa, a Caixa Geral de Depósitos continua a promover o debate sobre o reencontro de Portugal com a cultura e a economia do mar.

ENTREVISTA A LÍDIA SEQUEIRA

Porto de Sines atravessa fase de expansão e investimento

O Porto de Sines atravessa uma fase de grande expansão e investimento. O desempenho tem melhorado substancialmente, quer em carga movimentada, quer em valor. Mas ainda há uma larga margem de crescimento, pelo que terão de ser aproveitadas o mais possível as oportunidades que se abrem, como explicou à Vida Económica Lídia Sequeira, Presidente do Porto de Sines.

Como a Lisnave fintou a falência e se tornou um sucesso

Perante uma plateia de engenheiros portugueses, Frederico Spranger fiisou que a Lisnave é o maior estaleiro de reparação naval da Europa e um dos cinco maiores a nível mundial . Actualmente, a Lisnave exporta cerca de 97% dos seus serviços, com um vaIor acrescentado nacional superior a 90% , referiu.
Esta é uma das razões do sucesso do estaleiro.

MATOS FERNANDES, PRESIDENTE DA APDL:

Porto de Leixões tem capacidade para reduzir o custo da operação

Em 2011, o Porto de Leixões cresceu significativamente (mais de 12%), movimentando cerca de 16,4 milhões de toneladas de mercadorias. As exportações aumentaram bastante (mais 34%), com destaque para os destinos fora da União Europeia (mais 5 1%), o que tornou 2011 o melhor ano de sempre para Leixões.

MANUEL PINTO DE ABREU:

«O mar tem uma capacidade muito superior a tudo o que fazemos em terra»

Manuel Pinto de Abreu tem a seu cargo a maior Zona Económica Exclusiva da Europa e em breve passará a ter ainda os direitos de exploração e gestão exclusiva de outro tanto, prefazendo um total de quase 400 milhões de hectares, o equivalente à Índia. E tem muito claro o que fazer com tanto mar. Oficial da Marinha na reserva, licenciado em Ciências Militares Navais e Oceanologia, acredita que é no fundo dos oceanos que está o “ovo de Colombo”.

ANTÓNIO BELMAR DA COSTA:

«Crise não chega à actividade dos agentes de navegação»

Os agentes de navegação estão a passar por uma fase bastante positiva, ao contrário do que sucede com a maioria dos sectores de actividade no país. As exportações e o seu crescimento estão na base do optimismo manifestado, em entrevista à Vida Económica , por António Belmar da Costa, director-executivo da Associação dos Agentes de Navegação de Portugal.

APS EM DESTAQUE NO SEMANÁRIO «SOL»

«Sines será o nosso Golias»

O Porto de Sines é hoje destacado no caderno “Confidencial” do semanário “Sol”. Lídia Sequeira, que preside à APS, garante que 2012 vai ser “um ano excelente”. “Sines será o nosso Golias”, lê-se na primeira página do jornal, onde se anuncia também o restabelecimento da rota Luanda-Sines.

Consequências da incorporação de mega-navios no mercado dos porta-contentores

A economia de escala que tem levado as operadoras a substituir as frotas actuais por mega-navios vai traduzir-se, por um lado, numa redução da concorrência, com a redução do número de operadoras e, por outro, na consolidação destas no mercado existente.

LISBOA

Pescadores exigem alternativas à Docapesca

As obras avançam a todo o gás na doca de Pedrouços, em Lisboa, para receber a maior regata internacional de circum-navegação à vela, a Volvo Ocean Race, cujos participantes chegam a 31 de Maio para zarpar do Tejo a
9 de Junho. Os pescadores que utilizam aquele espaço da antiga lota da Docapesca, encerrada em 2003 com a candidatura à America's Cup, tiveram ordem para abandonar o local, mas ameaçam não a acatar se o Governo não der garantias de criar um novo porto de pesca no Tejo.

JORNAL DE NEGÓCIOS

Leixões «liberaliza» trabalho portuário e serve de guia no cumprimento da troika

Os concessionános do Porto de Leixões e o sindicato dos trabalhadores portuários acordaram um novo Contrato Colectivo de Trabalho, que fixa o número e os direitos dos trabalhadores mais antigos e flexibiliza as novas contratações.
"É uma excelente solução, inédita no País, que há muito era desejada por todos. Defende os direitos dos trabalhadores designados como históricos , integrados em 1993, e dos restantes, para os quais foi instituído um novo regime" , afirmou à Lusa João Valença, representante da Associação dos Operadores Portuários dos Portos do Douro e Leixões.

TIAGO PITTA E CUNHA

Desmontar da indústria dos transportes marítimos em Portugal foi «verdadeira inconsciência»

Depois de ter falado sobre a Economia do Mar, enquanto conceito e sobre o seu potencial económico para Portugal, Tiago Pitta e Cunha deu pistas sobre oportunidades a não perder no mar e a importância de as aproveitar, para um país como o noss

Exportar é obrigatório!

Os slogans são muitos: "exportar ou morrer", "exportar para salvar a economia nacional"... mas não basta apenas querer. Claro que é fundamental, mas a maioria das empresas nacionais precisa de ajuda para organizar os seus processos de internacionalização.

Açores em rede com potencial económico

O secretário regional da Economia do governo dos Açores, Vasco Cordeiro, destacou a necessidade de acompanhar o potencial económico da integração dos Açores no projecto COSTA, que prevê a criação de uma rede europeia de abastecimento de navios através de gás natural liquefeito (LNG).

JOSÉ MONAGO, PRESIDENTE DA EXTREMADURA

Sines está destinado a ser um grande porto mundial

Monago elogia a relação muito próxima com o Alentejo, mas acha-a insuficiente. Vê na internacionalização um desafio fundamental e em Sines o porto natural para escoar produtos extremenhos para o mundo, sobretudo no sector agroalimentar. Está destinado a ser um grande porto mundial. Receberá mercadorias da América e da Ásia, quando o canal do Panamá for alargado . Feliz por a ferrovia de mercadorias ter escapado aos cortes que a crise ditou, ao contrário do TGV para passageiros , Monago prevê que Portugal exporte mais para Espanha.

ENTREVISTA A CARLOS GOUVEIA LOPES

Porto de Setúbal: Um ano de consolidação

A Portugal Inovador encontrou-se com Carlos Gouveia Lopes, presidente do Conselho de Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, para perceber as razões do sucesso alcançado em 2011. Sem falsas modéstIas, mas também sem descansar à sombra de resultados positivos, o presidente faz questão de realçar alguns dos projectos traçados pela APSS para o ano de 2012.

Total: 237
1 2 3 4 [5] 6 7 8 9 10 11 12