Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Exposição do projecto «O Homem Tranquilo», de Alexandre Sampaio

Projecto fotográfico de Alexandre Sampaio, “O Homem Tranquilo” dialoga com a obra do pintor e escultor Cândido Teles, no acervo da representação da Costa Nova do Prado, integrante na doação de João Teles ao Museu Marítimo de Ílhavo, em 2020. “O Homem Tranquilo”, designação pela qual o artista foi conhecido, é também um apontador para a sua identidade e relação da obra com este território, onde inicia o percurso artístico, hoje tão iconográfico, autorrepresentado e morfologicamente distinto. Após uma pré-apresentação online em 2020, o Museu Marítimo de Ílhavo disponibiliza a exposição desta no âmbito do centenário do artista Cândido Teles.

NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Exposição «Transparências da Ria e do Mar»

Em 2020 a exposição “Transparências da Ria e do Mar", de Cândido Teles, resultou da doação, pela família, de 121 obras do primeiro período pictórico do artista ilhavense. Um conjunto de obras que revelam a beleza de todo e qualquer recanto da Ria de Aveiro: moliceiros, marinhas, a praia da Costa Nova e os barcos da arte xávega surgem esplendorosos nas suas obras, onde os retrata com suavidade, fazendo sobressair da paleta cromática os tons de azul em contraste com tonalidades mais quentes, quase aguareladas, como se de transparências se tratassem. Regressa em 2021 à sala de exposições temporárias do Museu, depois da curta abertura do ano transacto.

JEM CRESSWELL

«Ter uma baleia a olhar-te nos olhos deixa-te mais humilde»

Jem Cresswell mergulhou no Pacífico e sentiu-se pequeno. A jornada de seis anos resultou num livro, Giants, onde o fotógrafo compilou mais de 100 retratos íntimos de baleias-de-bossas.

Mergulhar no oceano é como "entrar noutro mundo". "Nunca sabes o que vais ver ou experienciar." E ter uma "curiosa criatura de 16 metros a nadar à tua volta e a olhar-te nos olhos" deixa qualquer um "mais humilde": "Sentes-te tão pequeno e insignificante mas, ao mesmo tempo, cheio de admiração." Jem Cresswell viveu-o na primeira pessoa.

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior visita Gare Marítima de Alcântara

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, visitou o Porto de Lisboa, acompanhado pela Reitora da Universidade Évora, Ana Costa Freitas, Vice-Reitores António Candeias e Ausenda de Cáceres Balbino e pelos Membros da Direção do Laboratório HERCULES, José Mirão, Cristina Dias e Patrícia Moita, sendo recebidos na Gare Marítima de Alcântara por Ricardo Medeiros, do Conselho de Administração do Porto de Lisboa.

Docapesca lança o «mARTE», um Concurso de Expressão Artística

A Docapesca – Portos e Lotas, S.A lançou o concurso de expressão artística "mARTE" com o objetivo de sensibilizar para a problemática da poluição marinha.
O concurso encontra-se aberto a toda a população, sendo que os concorrentes apenas poderão submeter uma proposta. As obras a concurso, terão de ter na sua constituição mais de 80% de lixo marinho proveniente de Portos de Pesca. Serão premiadas três obras, cada uma no valor de 1.000 euros e cada obra vencedora ficará exposta num dos portos de pesca sob a gestão da Docapesca.

«DESIGN COM LATA»

EXPOSIÇÃO EM LISBOA E PORTIMÃO ATÉ 29 DE AGOSTO

O concurso "Design com Lata", uma iniciativa da ANICP – Associação Nacional dos Industriais das Conservas de Peixe, em parceria com a Estrutura de Missão para as Comemorações do V Centenário da Primeira Circum-Navegação, contou com a participação de mais 60 jovens universitários portugueses e cerca de 150 propostas a concurso. Meia centena desses trabalhos estão em exposição, até 29 de agosto, no Pavilhão das Galeotas do Museu de Marinha e no Museu de Portimão.

Uma mostra imperdível, até pelo facto do Concurso “DESIGN COM LATA”, sob o tema “À descoberta do Planeta Oceano”, ter recebido propostas criativas, arrojadas e inovadoras.

Porto de Lisboa apoia ciclo de palestras sobre Almada Negreiros

Esta sexta-feira, dia 16 de junho, realiza-se a segunda de um ciclo de nove palestras mensais dedicadas à vida artística e obras de pintura mural de Almada Negreiros, uma iniciativa que será transmitida gratuitamente pela Internet e conta com o apoio da Administração do Porto de Lisboa (APL).
A segunda palestra, com início às 17h00, apresentada pelo Historiador de Arte Carlos Bártolo, vai abordar o tema da “Almada? Artes Menores”.

O maior castelo de areia do mundo mede 21 metros e está na Dinamarca

Com 21 metros de altura, o maior castelo de areia do mundo encontra-se agora em Blokhus, na Dinamarca. A estrutura, reforçada com cola e argila, tem 4860 toneladas de areia.
O castelo está disponível e aberto a visitantes e permanecerá no lugar até ao inverno.om 21 metros de altura, o maior castelo de areia do mundo encontra-se agora em Blokhus, na Dinamarca.

BARCO MOLICEIRO

Candidatura a património da UNESCO entra na segunda fase

O Presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) anunciou que está “fechada” a primeira fase da “caminhada” tendo em vista o reconhecimento do barco moliceiro, ex-libris da Ria de Aveiro, e da carpintaria naval tradicional como património imaterial da UNESCO, que foi ocupada “a estudar e fixar parceiros”.

MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Iniciação ao Modelismo Naval

O dóri, pequeno herói da pesca do bacalhau à linha, que corajosamente enfrentava o Atlântico Norte, é o foco da formação em modelismo náutico, que o Museu Marítimo de Ílhavo se encontra a promover, em colaboração com a TEAM (Truques & Engenhocas Associação Modelismo), até 31 de julho.
O modelismo naval é tão antigo quanto a história humana, existindo modelos feitos há mais de 4000 anos. Um modelo naval tinha o objetivo de prever como ficaria a embarcação depois de construída. Hoje em dia, a construção destes modelos têm um carácter recreativo e são uma das formas de preservar a história da construção naval e da própria embarcação.
Nesta formação, a construção de réplicas é feita à escala e o mais fiel possível ao modelo original.

AOMAR | MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Inscrições abertas para participar em filmagens

Estão abertas as incrições para participar nas filmagens de “AoMar”, a nova criação de Graeme Pulleyn, Patrick Murys e Ricardo Augusto, que conta com a participação da comunidade, com ou sem experiência em teatro - homens, mulheres, crianças de todas as idades, dos concelhos de Ílhavo, Águeda, Viseu, Trancoso, Guarda e Almeida. A comunidade participará nas filmagens, que integram o espetáculo de palco, que será apresentado em Ílhavo e em digressão nacional, durante o ano de 2022.

Porto de Lisboa apoia ciclo de palestras sobre Almada Negreiros

Sexta-feira, dia 18 de junho, realiza-se a primeira de um ciclo de nove palestras mensais dedicadas à vida artística e obras de pintura mural de Almada Negreiros, uma iniciativa que será transmitida gratuitamente pela Internet e conta com o apoio da Administração do Porto de Lisboa (APL).

A primeira palestra, com início às 18h, apresentada pela Historiadora de Arte Mariana Pinto dos Santos, vai abordar o tema da “encomenda no contexto da obra de Almada Negreiros”.

Dez anos depois, as sardinhas mais originais das Festas de Lisboa voltaram a ser pescadas

Pandemia, vacinas, migrantes, cultura ou ambiente: as dez vencedoras pescadas no Concurso Sardinhas 2021 trouxeram vários temas do fundo do mar. Num cardume de mais de 2600 sardinhas enviadas a concurso, oriundas de 42 países, foram seleccionadas sete sardinhas portuguesas, uma brasileira, uma bielorrussa e uma francesa.

No décimo aniversário do concurso, as vencedoras foram premiadas, cada uma delas, com um prémio no valor de mil euros, e foram escolhidas por um painel de jurados composto por Filipe Melo, Luís Royal, Joana Astolfi, Carolina Deslandes e Jorge Silva. E o objectivo do concurso, de atingir as 50 mil candidaturas desde a primeira edição, em 2011, não só foi atingido como foi ultrapassado.

A 26 DE JUNHO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Oficina de Cianotipia, com Luís Pavão

Em 1842, Herschel apresentou um processo de impressão fotográfico, a cianotipia, onde os sais de ferro são o material sensível à luz, formando uma imagem azul da Prússia. O azul profundo do ferrocianeto férrico ajusta-se aos temas marinhos e dá nova vida a cascas de búzios, bivalves, algas, num processo de impressão lento e com recurso à luz solar direta.

Com Luís Pavão, autor da exposição Azul Azul.

Porto de Lisboa recebe ARCOlisboa 2021

O Porto de Lisboa recebe a ARCOlisboa entre os dias 16 e 19 de setembro. A Doca de Pedrouços, marcada pela magnífica arquitetura industrial onde se instalou durante muito tempo a Docapesca, irá acolher o maior evento internacional de arte contemporânea da cidade.

A escolha deste espaço partiu de uma parceria estabelecida entre a ARCO e a Administração do Porto de Lisboa. Uma decisão da coorganização, da qual fazem parte a Câmara Municipal de Lisboa, a IFEMA e o Comité Organizador da feira, com o objetivo de promover o encontro de galerias, colecionadores e profissionais internacionais.

Porto de Lisboa retoma visitas gratuitas às Gares Marítimas de Alcântara e Rocha Conde D Óbidos

A Administração do Porto de Lisboa (APL) vai voltar a abrir a Gare Marítima de Alcântara e a Gare Marítima da Rocha Conde D’Óbidos, para visitas gratuitas, no último fim de semana de cada mês, apelando a todos que respeitem as recomendações das autoridades de saúde, no que diz respeito à COVID-19, durante as visitas.

Recorde-se que os magníficos painéis da Gare Marítima de Alcântara, com dois trípticos e duas composições isoladas (inauguradas em 1943) e da Gare Marítima da Rocha Conde D’Óbidos, com seis painéis (em 1949), constituem o expoente máximo da pintura mural de Almada Negreiros e refletem a sua originalidade, com evocações de cenas marítimas, fluviais e ribeirinhas.

PRAZO TERMINA A 31 DE AGOSTO DE 2021

Ílhavo abre inscrições para o 6.º Concurso de Modelismo Náutico

A Câmara Municipal de Ílhavo informa que o Concurso de Modelismo Náutico tem candidaturas abertas até 31 de Agosto de 2021, com entrega dos trabalhos entre 1 a 5 de Novembro de 2022. A sexta edição do concurso bienal tem como tema “Navios Bacalhoeiros de Arrasto de Poupa”.

Promovido pela Câmara Municipal de Ílhavo, através do Museu Marítimo de Ílhavo, este prémio tem um valor monetário de 3.500 euros, passando a obra galardoada a constituir propriedade da Câmara Municipal de Ílhavo e integrada no espólio do Museu Marítimo. O vencedor será anunciado a 19 de Novembro de 2022.

Porto de Lisboa recebe ARCOlisboa 2021

O Porto de Lisboa recebe a ARCOlisboa entre os dias 16 e 19 de setembro. A Doca de Pedrouços, marcada pela magnífica arquitetura industrial onde se instalou durante muito tempo a Docapesca, irá acolher o maior evento internacional de arte contemporânea da cidade.

A escolha deste espaço partiu de uma parceria estabelecida entre a ARCO e a Administração do Porto de Lisboa. Uma decisão da coorganização, da qual fazem parte a Câmara Municipal de Lisboa, a IFEMA e o Comité Organizador da feira, com o objetivo de promover o encontro de galerias, colecionadores e profissionais internacionais.

«RASTRO»

Curta-metragem para um problema muito extenso...

Com Vicente Wallenstein como actor principal e com Bruno Ferreira e João Lourenço como realizadores, Rastro é a história de um jogador amador de futebol do Clube de Futebol de Setúbal, que concilia o desporto com a sua profissão de pescador em part-time, onde ajuda o pai.

É durante a sua actividade profissional e amadora que Hélder Bruno (Vicente Wallenstein) toma consciência de que o plástico é omnipresente no dia-a-dia. Hélder decide, assim, por iniciativa própria, ir apanhar lixo da praia da Mitrena, sozinho. Ao assistir a esta situação, o seu treinador faz com que toda a sua equipa se junte a Hélder neste combate contra a poluição.

DOCUMENTÁRIO EXIBIDO ESTA SEXTA-FEIRA

MAR URBANO LISBOA

MAR URBANO LISBOA mostra a relação dos lisboetas e dos forasteiros com o Rio Tejo, os resquícios da pesca artesanal e de lazer, da construção de barcos tradicionais, que ainda resistem apesar das mudanças, uma reflexão que não termina nas zonas ribeirinhas, que os lisboetas pouco a pouco conquistaram, mas que se adentra e mergulha nos fundos marinhos do Estuário do Tejo e passeia pelas margens desse mar de Lisboa, que se prolonga da Zona Oriental, da Margem Sul, à Linha.

Total: 339
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17