Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Fluviário de Mora reproduz plâncton

O Fluviário de Mora abriu o Biotério, um novo espaço onde a cultura e sensibilização ambiental permitem ao visitante conhecer e dar valor aos primeiros degraus da cadeia alimentar natural.

À semelhança do que ocorre livremente nos rios, lagos, estuários e oceano, o Biotério reproduz o plâncton, mas em condições controladas, nomeadamente quanto aos elementos necessários à produção e manutenção de plâncton como o observado na natureza: água, luz, nutrientes e ar.

Ao visitante é dado a observar espécies microscópicas com nomes exóticos, caso das microalgas verdes Scenedesmus sp., que assumem uma grande variedade de formas de acordo com a sua espécie.

Os que pertencem à classe Bdelloidea, com mais de 300 espécies diferentes, e que se reproduzem de forma assexuada há milhões de anos, constituem ainda hoje em dia um mistério que desafia as teorias da selecção natural. Os ciliados, pequenos e de grande mobilidade como as Paramecium sp. ou paramécias.

Uma diversidade tão grande, um universo vivo numa gota de água, é assim o Biotério do Fluviário de Mora, uma sala de cultura de seres vivos microscópicos, um espaço cheio de luz onde as estantes não são preenchidas por obras literárias, mas por garrafas translúcidas cheias de água doce e a pulular de vida.

Um mundo micro e a génese da alimentação natural estão agora disponíveis no Fluviário de Mora, que diversifica a sua oferta e reforça a sua componente de local representativo da grande riqueza natural do mundo dos rios e dos lagos, partilhando essa riqueza com o visitante.

fonte