Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.

Notícias

15.05.1912 - DEPUTADO APRESENTA PROJECTO PARA INSTALAÇÃO DE T.S.F NOS NAVIOS PORTUGUESES

«Hoje ninguém se conforma com viagens mudas»

Na sequência do naufrágio do Titanic, Francisco Correia Herédia apresenta, um mês depois, na Câmara dos Deputados, projecto-lei para instalação de aparelhos T.S.F. a bordo de navios de passageiros.

Diário da Câmara dos Deputados, Sessão n.º 110, de 15 de Maio de 1912, pp.3-4.

"Senhores Deputados - Em todo o mundo civilizado se estuda activamente o melhor meio de evitar, tanto quanto possível, catástrofes marítimas. Assentou-se unanimemente que os aparelhos de telegrafia sem fios eram indispensáveis para garantir, até certo ponto, a vida dos passageiros e tripulações de bordo. Se não são sempre absolutamente eficazes como se viu no caso do Titanic, são no entanto, um poderoso elemento de socorro, que em todas as nações cultas se vai tornar obrigatório para embarcações a vapor com acomodações para um certo número de passageiros.

Se por um lado obrigamos todos os que se destinam às nossas colónias africanas a viajar em vapores portugueses, temos obrigação por outro lado de zelar pela conservação da sua vida.

Não deixando as leis atrasadas em vigor escolha alguma aos que se destinam à nossa África, não é senão justo que, ao menos, os vapores portugueses estejam munidos de telegrafia sem fios, com um raio de acção grande bastante para garantir socorros a tempo. E de resto, hoje ninguém se conforma com viagens mudas. As comunicações com o alto mar tornaram-se tão indispensáveis como as mais elementares comunicações telegráficas em terra.

A bordo de todos os vapores de certa ordem há um jornal contendo notícias de tudo o que se passa no mundo. De bordo dos vapores encomendam-se quartos nos hotéis, enviam-se e recebem-se informações constantes de negócios de família, etc.

Dispenso-me de justificar mais a proposta de lei que tenho a honra de submeter à vossa apreciação, porque a sua utilidade é demasiado evidente.

Artigo 1.º As embarcações portuguesas a vapor com acomodações para mais de cinquenta passageiros ficam obrigadas a instalar a bordo aparelhos de telegrafia sem fios do sistema que melhor lhes convier, dentro do prazo dum mês a contar da publicação do regulamento para a execução desta lei.

Art. 2.º O raio de acção dos aparelhos nunca poderá ser inferior a 200 quilómetros e variará segundo a capacidade no vapor nos termos do regulamento.

Art. 3.º Haverá sempre na estação telegráfica a bordo um telegrafista de serviço permanente, que será revezado conforme as instruções do comandante do vapor.
(...)
Sala das Sessões, em 13 de Maio de 1912, Francisco Correia de Herédia (Ribeira Brava)."

FONTE

SAIBA QUEM FOI FRANCISCO HERÉDIA
 

VISITE OS RECURSOS DA APLOP (ASSOCIAÇÃO DOS PORTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA), NA WEB
 

 

 







Artigos relacionados:

  • Directiva n.º 2011/15/UE transposta em Portugal
  • Experiências de TSF no Cruzador D. Carlos
  • A rádio ajuda a apanhar tenebroso assassino em alto mar
  • Desarranjo no leme e sinais marcónicos
  • O posto radiotelefónico do Arsenal falou ontem com o «yacht» «Electra», a bordo do qual viaja o célebre inventor da T.S.F., Marconi
  • 3 sites para acompanhar o seu navio
  • O Titanic e a rádio
  • Blogue mostra navios atracados em Ponta Delgada
  • Por onde andam os navios