Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

«Saga Pearl II» em Ponta Delgada

Proveniente das Caraíbas (St. John, Antigua), o navio de cruzeiros Saga Pearl II está a realizar um itinerário designado Islands of the Azores, durante o qual deveria visitar as três cidades açorianas e Lisboa, numa viagem de regresso a Southampton. Contudo, as más condições atmosféricas que se fazem sentir no Grupo Central, inviabilizaram as escalas previstas para segunda e terça-feira, pelo que o navio optou por seguir viagem para Ponta Delgada, onde permanecerá até amanhã.


Construído em 1981 nos estaleiros Howaldtswerke-Deutsche Werft, em Hamburgo, na Alemanha, o mais pequeno navio da Saga tem como principais características 164,3 metros de comprimento, 22 metros de largura, 6,1 metros de calado, desloca 18,591 toneladas de arqueação bruta e tem capacidade máxima para 446 passageiros, com 252 tripulantes. Ao serviço da Saga Cruises desde Março de 2010, possui um total de 253 cabines, distribuídas ao longo de 6 decks.

É um navio de médias dimensões, que privilegia o luxo, roteiros inovadores e é destinado a um público acima dos 50 anos, aliás como todos os navios da Saga. Antes de iniciar a sua actividade ao serviço do operador britânico, foi sujeito a uma grande remodelação, que custou cerca de 20 milhões de libras esterlinas, com o intuito de se enquadrar nos padrões de elevada qualidade impostos pelo armador.

MAIS DETALHES
 

Foto de António Simas