Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Conhecimento do meio marinho 2020

Definição e âmbito de aplicação

A iniciativa «Conhecimento do meio marinho 2020» pretende reunir dados sobre o meio marinho provenientes de diferentes fontes com o objetivo de ajudar a indústria, as autoridades públicas e os investigadores a encontrarem os dados de que precisam e a utilizarem-nos de forma mais eficaz para desenvolver novos produtos e serviços; melhorar a compreensão do comportamento dos mares.

Porquê uma intervenção à escala da UE?

Os dados nacionais não nos dizem tudo aquilo que precisamos de saber sobre os mares enquanto sistema mundial, com ventos variáveis, correntes sazonais e espécies migratórias; é fundamental que haja uma análise ao nível europeu.

A integração dos vários sistemas nacionais e locais num todo coerente tem sido liderada pela UE. As suas competências explícitas em domínios como as pescas, o ambiente, os transportes, a investigação, a empresa e a indústria permitem-lhe disponibilizar financiamento e legislar nesta matéria.
Como funciona na prática

Através do sítio Internet da Rede Europeia de Observação e de Dados do Meio Marinho (EMODNET), técnicos e cientistas podem ver quais os dados disponíveis para uma determinada bacia marítima e descarregar tanto os dados das observações originais como aplicações dos mesmos, por exemplo modelos digitais do terreno, informações sobre a distribuição dos sedimentos ou sobre os habitats marinhos.

mais informações