Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Hurtigruten investe 743 milhões de euros numa linha de cruzeiros ecológica

Na Noruega, os novos meios para manter a frota sustentável passam por peixes mortos e lixo orgânico, nomeadamente na Hurtigruten, uma das maiores empresas de cruzeiros de expedição do mundo, segundo meios de comunicação internacionais.

O combustível que usam, denominado biogás liquidificado (LBG), uma mistura de fósseis composta de lixo orgânico, fará desta a “primeira empresa de cruzeiros a fornecer energia a combustíveis fósseis”, referiu o CEO da Hurtigruten, Daniel Skjeldam.

Pelo que, para 2021, a empresa planeia operar pelo menos 6 dos seus 17 navios com mistura de biogás, gás natural liquefeito (GNL) e baterias. “O biogás é um combustível verde, que será uma mais valia para o ambiente, pelo que gostaríamos de levar outras empresas a utilizá-lo também”, concluiu o CEO da empresa, que conta investir cerca de 743 milhões de euros por uma linha de cruzeiros mais ecológica.

A empresa, preocupada com o ambiente, tem igualmente cuidado com o uso de plástico, tendo introduzido o primeiro navio de cruzeiro movido a baterias híbridas do mundo, o MS Roald Amundsen, e está inclusivamente a construir três navios de cruzeiro de expedição com motor híbrido no estaleiro Kleven Yard, na Noruega.

fonte