Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Mais de 66 milhões de euros gastos em Lisboa pelos passageiros e tripulantes de cruzeiro

Os passageiros e os tripulantes de cruzeiro gastaram em Lisboa, durante o ano de 2012, cerca de 66,3 milhões de euros contra os 30,9 milhões gastos em 2011, o que representa um aumento de 35,4 milhões, ou seja, 115%

Pelo sétimo ano consecutivo, o Observatório do Turismo de Lisboa, em conjunto com a APL, realizou durante o ano de 2012, um estudo sobre o perfil do passageiro internacional de cruzeiros com escala no porto de Lisboa e que tem como objectivo avaliar a satisfação dos passageiros com a sua estadia em Lisboa.
O trabalho conclui que:

em média, um passageiro de cruzeiro efectua uma despesa diária na cidade na ordem dos €118,39, valor que em 2011 tinha sido de €52,91, o que representa um aumento de 124% na despesa. Este valor inclui gastos em alimentação, compras diversas, transportes na cidade e visitas a monumentos/museus e outras atrações;
97,4% e 97% dos entrevistados recomendam Lisboa como destino de cruzeiros e como destino turístico, respetivamente;
49,1% dos entrevistados que recomendam Lisboa tanto como destino de cruzeiros, como destino turístico, colocam Lisboa no Top 10 de destinos a visitar;
86,3% dos entrevistados consideram provável ou muito provável regressarem a Lisboa, contra os 72% de 2011;
numa escala de 1 a 10, o grau de satisfação médio com a visita a Lisboa é de 8,3 quando em 2011 tinha sido de 8,1. O clima, a população local e a rapidez no acesso à cidade são os elementos mais bem classificados numa apreciação específica;


De acordo com os dados do Observatório de Lisboa, de que o passageiro de cruzeiro gasta em média 118,39 €, e do estudo de 2011 do European Cruise Council, deque o tripulante gasta 21,10€, e reportando-nos ao ano de 2012, em que chegaram a bordo de navios de cruzeiro a Lisboa 522 604 passageiros e 202 908 tripulantes apuramos um impacto na economia local e nacional de mais de 66 milhões de euros, sem contabilizar o emprego direto e indireto gerado e as prestações de serviço associadas ao negócio, como sejam os gastos dos passageiros em excursões, hotel pré e pós cruzeiro e passagem aérea no caso dos passageiros embarcados/desembarcados.

Atendendo a estes valores é indiscutível a importância que a atividade de cruzeiros representa para os seus destinos, que se pretende que sejam cada vez mais atrativos, tanto ao nível das suas instalações portuárias como ao nível do que a cidade pode oferecer passageiros de cruzeiro, e que Lisboa procura ser.

TEJO TABLET - GALERIA FOTOGRÁFICA