Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Investimento de meio milhão de euros na lota de Olhão

A Docapesca pretende investir quase meio milhão de euros em obras de reabilitação e na substituição de equipamentos na lota de Olhão, que é a mais importante do Algarve, tanto ao nível da quantidade de pescado transacionada como de receitas, apurou o CM.

A intervenção que representa um maior investimento - cerca de 250 mil euros - diz respeito à requalificação das caleiras e da área envolvente dos cais de descarga e do cais da pesca do cerco. Esta obra tem início previsto para o primeiro trimestre deste ano.

Governo dos Açores define modelo gestão da quota de goraz para 2020

A Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores publicou em Jornal Oficial o despacho que fixa a gestão de quota de goraz destinada aos Açores para 2020, e que contou com o parecer favorável da Federação das Pescas.

Em 2020, a pescaria de goraz será aberta a toda a Região, mantendo-se o limite máximo de capturas por embarcação de 2% da quota total regional.

Peixe nas lotas algarvias rendeu quase 49 milhões de euros

O peixe vendido nas lotas algarvias rendeu quase 49 milhões de euros, durante os primeiros onze meses do ano passado, segundo dados revelados pela Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos. No total, foram descarregadas mais de 18 mil toneladas de pescado.

Capturas de pescado aumentaram 26,6% em Outubro de 2019

O volume de capturas de pescado em Portugal aumentou 26,6%, em Outubro de 2019, (-8,0% em Setembro), justificado pela maior captura de peixes marinhos (nomeadamente cavala), revela o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Dezembro de 2019 do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ministro do Mar defende pesca sustentável após acordo na UE

O Ministro do Mar, Serrão Santos, avisa que a pesca deve adequar-se à sustentabilidade das espécies e recomenda, após o acordo europeu dos volumes de captura em 2020, que os operadores devem encontrar alternativas, nomeadamente para o bacalhau.

"Tem de haver uma redução e temos que encontrar alternativas", porque "não podemos estar a assumir que pescamos um manancial, ou um stock, acima daquilo que determina o seu futuro, e isso eu não o faria", explicou.

Quota de pesca de sarda aumenta 41% em Portugal. Quota do atum patudo reduzida em 21%

As quotas de pesca atribuídas a Portugal para 2019-2020 já são conhecidas. No âmbito das negociações internacionais, que fixam parte importante das quotas da União Europeia, salienta-se um ligeiro aumento da quota para o bacalhau no Atlântico Nordeste e no Svalbard, enquanto que no Atlântico Noroeste se verificou uma redução em linha com o parecer científico.

DGRM

ESCLARECIMENTO - POSSIBILIDADE DE PESCA DA SARDINHA PARA 2020

A definição das possibilidades de pesca da sardinha para 2020 tem sido objeto de diversas interpelações dirigidas ao Governo. Porém, não estão neste momento reunidas as condições para definir as possibilidades da pesca de sardinha para 2020.

A sardinha é gerida em conjunto por Portugal e Espanha no âmbito de um Plano de gestão plurianual, tendo-se verificado, nos últimos anos, uma significativa diminuição das possibilidades de pesca, ajustando-as ao estado do recurso, com redução dos limites diários de pesca, bem como do período de atividade.

A arte que não é futuro para ninguém - senão para os que ainda a fazem em Espinho

Arte Xávega, chamou-lhe um decreto, essa arte de pescar o peixe indo os homens da praia para o mar, galgando as ondas para deixar as redes. Esta é a história de um pescador que pesca, de um peixe que foi pescado, de uma peixeira que vende e de um patrão que faz contas.

DGRM representa Portugal na missão internacional da NAFO 2019

Portugal, através da Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), enquanto Autoridade Nacional de Pesca, participou na missão internacional de controlo, inspeção e vigilância da Área Regulamentada pela Organização de Pesca do Atlântico Noroeste (NAFO), a bordo do navio patrulha NRP Viana do Castelo, da Marinha Portuguesa, sob coordenação da Agência Europeia de Controlo das Pescas (EFCA).

29 A 31 DE OUTUBRO

Seminário internacional de Inspectores da NAFO pela primeira vez em Portugal

A Comissão Europeia, em articulação com a DGRM, enquanto Autoridade Nacional de Pesca, e a Inspeção Regional das Pescas, vão realizar o seminário internacional de 2019 de inspetores da Organização das Pescarias do Noroeste Atlântico (NAFO) que, pela primeira vez, decorre em Portugal, na Horta, durante a última semana de outubro.

Está aberta a pesca de espadarte no Oceano Atlântico

Até final de Setembro de 2019, não foram atingidos os 70% de utilização da quota de espadarte disponível para a frota portuguesa no Oceano Atlântico a Norte de 5º N.

Assim, explica a DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos -, a abertura da pesca do espadarte está aberta desde 8 de Outubro, a todas as embarcações licenciadas a operar na área com palangre de superfície e, no que se refere às embarcações registadas no continente, apenas às que têm quota atribuída.

Nova lota de Tavira vai ser construída nas Quatro Águas

A nova lota de Tavira vai ser construída nas Quatro Águas e as obras deverão começar em 2020, revelou ao Sul Informação a Docapesca – Portos e Lotas.

A empresa de capitais públicos tinha iniciado, em Outubro de 2018, uma obra de reabilitação da antiga lota de Tavira, que se situava junto ao Mercado da Ribeira e do Porto de Pesca, mas decidiu não avançar com a construção de um novo edifício nesse local, apesar do que estava previsto.

COM ÁUDIO

Ainda há sardinha fresquinha e a saltar. «Há um sinal claro de recuperação»

Armadores e pescadores garantem que este ano o recurso recuperou e que se vê muita e boa sardinha no mar.

Desta vez, veio cavala nas redes. Afinal, não há sardinha no mar? "Ai não, não há", insurge-se Filipe, que foi um dos pescadores que acompanhou os cruzeiros do Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) para monitorizar a biomassa de sardinha. Por isso, faz questão de afirmar que sabe do que fala. Não falta este peixe no mar, garante ele e todos os outros homens a bordo. Até que a sardinha apareça nas redes, vão continuar a pescar até esgotar a quota, e isso acontecerá provavelmente a meio de outubro.

Unidade de Controlo Costeiro de Aveiro da GNR faz doação de pescado apreendido

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro, apreendeu na Gafanha da Nazaré seis toneladas de sardinha e 500 quilos de biqueirão com o valor total de 50 mil euros. O pescado apreendido foi sujeito a verificação higiosanitária e doado a instituições de solidariedade social.

Docapesca lança concurso para novo cais em Quarteira

A Docapesca – Portos e Lotas abriu um concurso para elaboração do projecto de execução para a construção de novo cais de acostagem e estacionamento no porto de pesca da Quarteira. O preço base do projecto de execução é de 60 mil euros, tendo por objectivo o lançamento do concurso para a empreitada em 2020.

Porto de Pesca de Tavira

Docapesca lança concurso público para a empreitada de execução de cais flutuantes

A Docapesca abriu um concurso para a empreitada de execução de cinco cais flutuantes no porto de pesca de Tavira, com o preço base de 604.564 euros, a instalar entre a antiga lota (recentemente demolida) e a Ponte dos Descobrimentos, numa frente acostável de 350 metros.

MADEIRA

Odília desviou os filhos, mas o genro virou-se para o mar

Na Madeira, a pesca está a perder gente há mais de meio século. A tendência só foi contrariada quando regressaram milhares de pessoas das antigas colónias e na última crise económica.

Aumenta quantidade e valor do peixe nas lotas algarvias

A quantidade peixe transacionada nas lotas algarvias aumentou mais de 12% nos primeiros seis meses deste ano, segundo dados da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM). O preço médio do pescado também registou uma subida, em relação a igual período do ano passado.

"Este ano está a ser muito bom, quer na quantidade quer no valor, depois de alguns anos passados terem sido de miséria", salienta ao CM Miguel Cardoso, presidente da Olhãopesca - Organização de Produtores de Pesca do Algarve.

LAGOS

Arte Xávega, a pesca por arrasto na Meia Praia

Um dos tipos de pesca mais antigos do Algarve continua a persistir no areal da Meia-Praia por um dos únicos mestres da arte xávega que ainda tem licença, em Lagos – José Glória, mais conhecido por Mestre Zé Bala.

NORUEGA

Nos fiordes, à boleia do salmão

Nas últimas décadas, os fiordes da Noruega encheram-se de viveiros onde cresce o salmão que o país exporta para cerca de 140 países. Depois de anos de críticas à qualidade do peixe criado em aquacultura, os produtores estão a abrir as portas a quem quiser verificar como tudo é feito. Entre fiordes, viveiros e a mesa de um restaurante, o país deixa-se ver à boleia de um peixe de carne rosa.

Total: 375
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19